Tempero nada agradável à saúde

Pesquisa revela contaminação em sachês de molhos e doces

 Abrir sachês de catchup ou mostarda pelo picote não costuma ser fácil. Por isso, muitas pessoas optam por levar o invólucro à boca e rasgá-lo com os dentes. Mas o costume representa sérios riscos à saúde. Pesquisa do Laboratório de Microbiologia dos Alimentos da UFRJ revela que estas embalagens — e também as de doce de leite em sachês — têm alto índice de contaminação por micro-organismos.

No caso dos molhos, o estudo foi feito com 285 embalagens fechadas recolhidas em bares e restaurantes de toda a cidade. Em mais de 70% havia contaminação por fungos e bactérias, responsáveis por intoxicações alimentares.

Info : O DIA

Perigo para crianças

Também foram analisadas 240 sachês de doce de leite, os populares ‘chupe-chupe’, que crianças costumam colocar dentro da boca. Em todas, havia fungos. “A embalagem deve ser levada para casa, lavada e só então dada à criança”, orienta o professor Marco Antonio Lemos Miguel, coordenador do estudo feito pelas alunas Priscila Duboc e Carolina Beres.

“Em função das condições de estocagem e manipulação, a superfície das embalagens pode ser contaminada. Quando há acúmulo de fungos, estes produzem micotoxinas, que podem até causar câncer hepático, infecções alimentares, entre outras doenças”, alerta. Para ele, a solução seria que os fabricantes envolvessem os sachês numa pré-embalagem de plástico biodegradável.

Também foram analisados abridores de sachês com lâmina, disponíveis em muitos estabelecimentos. Eles reduzem em 90% o risco.

Fonte : O DIA