Papel reciclado – Origem, importância e como fazer dentro de casa

Um dos mais populares produtos da reciclagem, o papel reciclado poupa árvores ao redor do mundo e pode ser feito até mesmo em casa. Essa matéria Papel reciclado – Origem, importância e como fazer dentro de casa foi criada pelo site Segredos do Mundo.

SEGREDOS DO MUNDO | por Segredos do Mundo

20/01/2021 – 08H00

COMPARTILHE:

https://audio.audima.co/iframe-later-thin-audima.html?skin=thin&statistic=true&clientAlias=A-A+

O papel reciclado é um dos principais produtos da reciclagem consumidos de maneira popular e difundida. A ideia é fundamental para reaproveitar o produto já utilizado como matéria-prima para um produto novo e é uma das soluções de sustentabilidade importantes para o ambiente.

Além do papel, por exemplo, é comum reciclar produtos como plásticos, metais, vidro e tecidos. O reaproveitamento do papel, no entanto, merece destaque por representar uma importante redução no desmatamento de árvores. Só no Brasil, para se ter ideia, cerca de 80% da produção ainda vem da madeira.

Já com o reaproveitamento, por outro lado, é possível poupar até 22 árvores para cada tonelada de papel reciclado. Aliado a isso, é possível economizar recursos utilizados na produção (como água e energia elétrica), além de reduzir a poluição do ar em até 74% e reduzir o volume de lixo acumulado.

História do papel

Papel reciclado - origem, importância e como fazer dentro de casa
Imagem: Reprodução

Papel reciclado – origem, importância e como fazer dentro de casa

A origem do papel acontece no ano 105, na China Antiga. Na ocasião, o chinês Ts’Ailun era funcionário da corte imperial e desenvolveu a invenção, milênios antes do pensamento em reciclagem.

A princípio, os papéis da época eram fabricados com a desintegração de fibras de diversos materiais, dando destaque para a China no comércio exterior da Antiguidade. No entanto, a técnica de produção ainda era mantida em segredo, o que levou ao sequestro de fabricantes por árabes.

A partir daí, a fabricação de papel ganhou o mundo, mas também levou problemas. Isso porque essa produção se baseia na derrubada de árvores, bem como no plantio de monocultura.

No Brasil, a primeira fábrica só foi aberta em 1852. Ainda assim, foi só depois de mais um século, em 1956, que o governo passou a fazer investimentos significativos na área. Alguns anos depois, em 1968, o país passou a produzir papel em larga escala, a partir do aporte de recursos de uma empresa norueguesa.

Como é feita a reciclagem

Papel reciclado - origem, importância e como fazer dentro de casa
Imagem: Reprodução

Papel reciclado – origem, importância e como fazer dentro de casa

Geralmente, o papel coletado para reciclagem está misturado com outras substâncias, como adesivos, tinturas e outros compostos. Sendo assim, a primeira parte do processo consiste na trituração do material, a fim de formar uma pasta de celulose que terá as impurezas removidas por uma peneira.

Logo após essa limpeza, é preciso adicionar alguns compostos químicos à pasta. Água, soda cáustica e refinadores melhoram as conexões entre as fibras da pasta, deixando a mistura que vai gerar o papel reciclado mais clara. A partir daí, então, a pasta está pronta para ir para as máquinas de produção.

Para produzir um resultado satisfatório, a reciclagem deve evitar ao máximo a contaminação com outros materiais. É por isso, por exemplo, que alguns papéis são listados como não recicláveis.

Como fazer papel reciclado em casa

Papel reciclado - origem, importância e como fazer dentro de casa
Imagem: Reprodução

Papel reciclado – origem, importância e como fazer dentro de casa

Antes de começar a reciclagem, é preciso separar todos os materiais necessários para o processo. São eles:papéis usados (não podem estar sujos com comida, por exemplo, e nem ser papel higiênico) bacia rasa bacia funda liquidificador água 1 colher de sopa amido de milho desinfetante jornais panos peneira grande

O procedimento

Para iniciar o procedimento, é preciso picar os papéis usados selecionados em pedaços pequenos. Em seguida, espalhe os pedaços picados dentro da bacia rasa e cubra com água, onde a mistura vai ficar de molho por pelo menos um dia.

Depois do tempo de espera, coloque essa mistura de papel e água no liquidificador. Antes de bater, é preciso colocar mais água para alcançar uma proporção de três partes de água para uma de papel (incluindo a água que já está na mistura). Depois de bater, despeje a mistura na bacia funda coberta com água até a metade e misture bem.

Logo após a mistura, pegue a peneira e coloque  dentro da bacia, começando pela lateral e indo até o fundo. Quando alcançar o fundo, suba lentamente, sem inclinar, a fim de formar uma fina camada de papel sobre a peneira. Depois é preciso colocar a peneira sobre um jornal e inclinar um pouco, passando a mão para que a água do papel possa escorrer. Assim que o jornal ficar muito molhado, troque para uma folha nova e seca.

Com a água escorrida, é preciso secar o papel com a ajuda de um pano. Cubra a peneira e aperte sobre o papel até que ele fique completamente seco, trocando de papo se necessário. Com a mistura seca, é só virar sobre um jornal seco e bater para soltar da peneira. Cubra tudo com um outro jornal seco e coloque livros ou outros objetos pesados para prensar o papel entre os jornais.

Agora é só deixar a mistura descansar por um dia e o papel reciclado está pronto.

FontesBrasil EscolaRecicla SampaeCycle

ImagensDK find outProlegaisBioblogTempo Junto

Essa matéria Papel reciclado – Origem, importância e como fazer dentro de casa foi criada pelo site Segredos do Mundo.

https://noticias.r7.com/hora-7/segredos-do-mundo/papel-reciclado-origem-importancia-e-como-fazer-dentro-de-casa-20012021