Chuva na Região Serrana do RJ mata 16 e deixa 500 pessoas fora de casa

A chuva na Região Serrana do estado do Rio de Janeiro provocou 16 mortes desde a noite deste domingo (17). Ainda há pessoas desaparecidas. Mais de 500 foram obrigadas a sair de casa.

A cidade de Petrópolis amanheceu com carros destruídos, casas soterradas e o desabafo de uma sobrevivente. “Eu estou viva, eu estou viva. Eu estou viva, meu Deus”, comemorou ela.

Essa é mais um tragédia provocada pelas chuvas na Região Serrana do estado do Rio. As equipes de busca passaram a segunda-feira procurando alguém com vida.

A cada minuto a chance de encontrar alguém com vida diminui. Por isso, as equipes de resgate não param. Um trabalho que precisa ser feito ao mesmo tempo com velocidade e cautela, porque a chuva continua e o risco de novos deslizamentos é constante.

“Nós estamos com vários militares espalhados por pontos chaves para eles analisarem o risco por conta da infiltração da água, porque a chuva não para. Então tem risco de novo deslizamento”, alertou José Albucacis, do Corpo de Bombeiros.

Entre os mortos estão dois funcionários da Defesa Civil, que foram soterrados exatamente quando tentavam livrar moradores do perigo. A chuva forte começou de madrugada. Rios transbordaram. Veículos foram arrastados. Lojas e casas foram invadidas pela água.

Fonte: Jornal Nacional

Chuva na Região Serrana do RJ mata 16 e deixa 500 pessoas fora de casa

Chuva na Região Serrana do RJ mata 16 e deixa 500 pessoas fora de casa