Orçamento da Califórnia para 2012-2013 prevê ganhos de até US$ 600 milhões com mercado de carbono

O governo do estado norte-americano da Califórnia afirmou nesta terça-feira (10) que o orçamento referente a 2012-2013 já contará com a previsão de entrada de US$ 300 milhões a US$ 600 milhões provenientes da venda de créditos de carbono e que pretende investir a maior parte desses recursos em programas climáticos.

“O dinheiro arrecado com o mercado de carbono pode e deve ser usado em programas que reduzam as emissões de gases do efeito estufa”, afirmou H.D. Palmer, porta-voz do Departamento de Finanças da Califórnia, para a agência Bloomberg.

“Investir os ganhos em soluções de energia limpa e outras iniciativas de redução de poluição e de aumento da eficiência energética é a melhor maneira de gerar empregos e garantir o crescimento econômico do estado”, disse à Reuters Tim O’Connor, diretor do Fundo de Defesa Ambiental da Iniciativa Climática e Energética da Califórnia.

Cerca de 350 empresas terão que cumprir metas sob o cap-and-trade californiano a partir de 2013, com a possibilidade de negociar créditos de carbono de acordo com o seu nível de emissão em relação a uma cota pré-estabelecida. Espera-se que 85% das emissões da Califórnia estejam cobertas até 2015.

O primeiro leilão de permissões de emissão da iniciativa será realizado em agosto deste ano e as California Carbon Allowances (CCAs) com vencimento em dezembro de 2013 estão cotadas atualmente em US$ 13,75.

Fonte: Instituto Carbono Brasil

Orçamento da Califórnia para 2012-2013 prevê ganhos de até US$ 600 milhões com mercado de carbono