Oito pessoas são detidas por desmatamento em Canhotinho, PE

A Polícia Militar (PM), através da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma), descobriu uma área de degradação ambiental em uma fazenda no município de Canhotinho, no Agreste de Pernambuco, na terça-feira (17). Sete funcionários, que estariam cortando as árvores no momento, além do dono do local foram detidos.

A fazenda fica localizada no povoado de Paquevira. Com os trabalhadores, foram apreendidas 11 foices e três machados. De acordo com informações da PM, não havia permissão para o corte das árvores no local. “A área desmatada tinha fim de utilizar para a pecuária, como pasto para boi, vacas. No local, já havia outras áreas desmatadas, com resto de queimadas”, falou o capitão Lúcio Flávio Silva, do Cipoma.

No local, já havia outras áreas desmatadas (Foto: Divulgação / Polícia Militar)No local, já havia outras áreas desmatadas (Foto: Divulgação / Polícia Militar)
O proprietário da fazenda e os sete funcionários foram conduzidos à Delegacia Seccional de Garanhuns, no Agreste, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental e depois liberados. O dono do local ainda deve pagar uma multa.

Armas
Na localidade de Paquevira, os agentes do Cipoma também fizeram uma ação educativa junto aos moradores da região. A operação apreendeu, de possíveis caçadores, dez armas de fogo, sendo sete espingardas e três garruchas. Ninguém foi preso.

Fonte: G1/PE

(Foto: Divulgação / Polícia Militar)

(Foto: Divulgação / Polícia Militar)