Dos 266 municípios do semiárido baiano, 199 sofrem com a seca

A Coordenação de Defesa Civil (Cordec) contabiliza 199 cidades da região semiárida, das 266 que existem, em situação de emergência por conta da longa estiagem na Bahia.

Até o momento, mais de 2 milhões de moradores da zona rural têm sido impactados pelas consequências desse período sem chuvas, segundo levantamento da Cordec, realizado a partir dos relatórios enviados pela gestão municipal de cada cidade afetada. A situação se mantém desde o início de 2011 e tem sido tratada como a seca mais grave dos últimos 30 anos, no estado.

Para Salvador Brito, coordenador-geral da Cordec, é este longo tempo, que já dura mais de um ano, que gera gravidade econômica e, por consequência, social, para a população do sertão baiano. “O clima nessa região, em geral, já é seco por natureza. Desde 2011 não temos chuvas satisfatórias. A de março [do ano passado] não foi boa; a do inverno foi chuvinha fina, que molhou um pouco a terra, mas não formou nenhuma reserva de água. De lá para cá não choveu mais e cada dia que passa a situação se agrava“, afirmou o coordeandor da Cordec.

Fonte: Blog do Carlos Britto

Dos 266 municípios do semiárido baiano, 199 sofrem com a seca

Dos 266 municípios do semiárido baiano, 199 sofrem com a seca