Alta Floresta sai da lista dos municípios que mais desmatam

Após cinco anos de trabalho, finalmente Alta Floresta (MT) pula fora da lista dos 43 municípios que, juntos, foram responsáveis por 55% do desmatamento na Amazônia Legal em 2008. Criada em 2007 pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), a lista é uma forma de obrigar os municípios a reduzir o desmatamento e a cadastrar pelo menos 80% do território junto aos órgãos fundiários. Na prática, é como se a cidade inteira estivesse com o “nome sujo” na praça, tendo proibida a autorização para qualquer novo desmatamento, mesmo nos casos em que a legislação ambiental permite. Além disso, os produtores desses municípios ficam sujeitos às restrições de crédito agrícola e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) pode exigir o recadastramento de todas as propriedades da região, a partir de um novo georreferenciamento.

Alta Floresta atingiu o registro de 80% de sua área no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Era o que faltava para o município sair da lista negra. Além disso, agora o município matogrossense terá o desmatamento monitorado, o que possibilita um acompanhamento mais seguro de novas devastações.

De acordo com o Instituto Centro de Vida (ICV), o sucesso do trabalho em Alta Floresta é fruto de um trabalho de gestão ambiental municipal desenvolvido a muitas mãos desde o final de 2009, com ações de parceria entre prefeitura municipal, segmentos econômicos, organizações não-governamentais e sociedade civil.

“Nós estamos mostrando que é possível produzir com sustentabilidade na Amazônia. Eu acredito nisso e todos que atenderam ao nosso chamado cidadão também acreditam”, disse Irene Duarte, secretária de Meio Ambiente de Alta Floresta, ao se referir aos pequenos, médios e grandes proprietários que aderiram a proposta e fizeram o CAR.  “Em 2007 tinhamos 50% do município devastado e hoje podemos dizer que o desmatamento zerou em Alta Floresta”.  (com informações do Instituto Centro de Vida)

Fonte: O Eco

curso de caprinocultura

curso de caprinocultura