Senado aprova fim dos fumódromos em locais fechados

Texto também prevê aumento de imposto sobre o cigarro e fixa preço mínimo de venda; projeto de lei necessita agora da sanção da presidente Dilma Rousseff

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira, 22, o fim dos fumódromos em locais fechados. O texto ainda prevê aumento de imposto sobre o cigarro e fixa preço mínimo de venda. A matéria segue agora para a sanção da presidente Dilma Rousseff.

O aumento de avisos sobre os malefícios do fumo também se tornará obrigatório

Com a aprovação do Projeto de Lei de Conversão fica proibido, em todo o país, o uso de cigarros em ambientes fechados, os chamados “fumódromos”, sejam eles privados ou públicos. O texto também prevê aumento na carga tributária dos cigarros, além de fixar preço mínimo de venda do produto no varejo.

Segundo a Agência, fica estabelecida em 300% a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para o cigarro. O aumento no preço do produto está previsto para o início de 2012. Com o reajuste do imposto e o estabelecimento de um preço mínimo, o cigarro subirá cerca de 20%, em 2012, chegando a 55% em 2015.

Também se torna obrigatório o aumento de avisos sobre os malefícios do fumo, que deverão aparecer em 30% da área frontal do maço de cigarros, partir de 1º de janeiro de 2016.

Solange Spigliatti, Central de Notícias

Senado aprova fim dos fumódromos em locais fechados

Senado aprova fim dos fumódromos em locais fechados