Parque de Itatiaia reabre trilha

A mais tradicional via – a Rebouças-Mauá, via Rancho Caído –, voltou a funcionar neste final de semana

A mais tradicional trilha do Parque Nacional de Itatiaia, unidade de conservação gerida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), no Rio de Janeiro, voltou a ser aberta. Trata-se da travessia Rebouças-Mauá, via Rancho Caído. Para Ernesto Viveiros de Castro, coordenador geral de visitação do órgão federal, que participou da vistoria do percurso, “a reabertura das trilhas simboliza um avanço na gestão do Parque no que diz respeito à visitação”. Boa parte das vias do parque foi fechada na década de 80.

A equipe que fez a vistoria, coordenada pelo analista Luiz Coslope, iniciou a recuperação dos 20 quilômetros da trilha, mudando o traçado em alguns trechos com erosão, abrindo a vegetação em pontos críticos e fazendo demarcação para evitar o surgimento de trilhas paralelas. Segundo Ernesto Viveiros de Castro, “a intenção é abrir o máximo de atrativos com responsabilidade, conciliando conservação e uso público.”

Essa trilha, particularmente, parte do Abrigo Rebouças, no planalto do Parque, e contorna o Pico das Agulhas Negras, passando pelas nascentes dos rios Aiuruoca e Preto. No caminho contemplam-se várias cachoeiras e paisagens diversas do Vale do Paraíba e das Serras da Mantiqueira e da Bocaina. A trilha desce do planalto em direção à Visconde de Mauá, chegando ao Vale das Cruzes.

A direção do parque já havia feito a reabertura das travessias Rebouças-Sede (Rui Braga) e Rebouças-Mauá, via Serra Negra, assim como do camping do Abrigo Rebouças. Agora os visitantes podem pernoitar no interior da unidade de conservação em áreas próximas aos picos das Agulhas Negras e das Prateleiras, as mais famosas formações rochosas do lugar.

Fonte: Terra da Gente, com Info ICMBIO