Agricultores familiares da Região Serrana recebem recursos do Rio Rural.

foto: Divulgação

O novo espaço para práticas agropecuárias sustentáveis, inaugurado no último sábado (30), em Macaé, Norte Fluminense, fará do Estado um novo pólo de desenvolvimento rural. Situado uma fazenda com 140 hectares, na Estrada Velha de Glicério, o Centro Estadual de Pesquisa para o Desenvolvimento Rural Sustentável (Ceprus) vai apresentar um modelo de propriedade rural dentro do mais moderno conceito de produção agrícola em harmonia com o ambiente além de reunir diversas unidades demonstrativas de práticas incentivadas pelo Programa Rio Rural, com recursos do Banco Mundial.

“Queremos que todos os produtores familiares fluminenses passem por este centro e tenham a oportunidade de aprender com os pesquisadores e extensionistas como plantar preservando o ambiente, como manter uma floresta de Mata Atlântica, o manejo da agroecologia e o cultivo orgânico. Vamos consolidar a vocação do estado para agricultura de qualidade e baixo impacto ambiental e fazer do Rio o maior pólo de desenvolvimento rural sustentável do Brasil”, disse o secretário de Agricultura e Pecuária, Chirstiano Áureo.

Segundo ele, ao longo do segundo semestre, outros centros estaduais especializados serão inaugurados no estado, após reformas em suas instalações, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), da Embrapa e do governo estadual.

“Com a implantação deste Centro, consolidamos a vocação do nosso estado para a agricultura de qualidade e baixo impacto ambiental. O Rio Rural já é reconhecido pelo Banco Mundial como o melhor projeto de sustentabilidade agrícola apoiado pela instituição na América Latina”, afirmou o secretário.

Fonte : Tribuna de Petrópolis – RJ