“Metas da Rio+20 devem ser cobradas com sistema de punição”, diz senador

depois da Rio92, ambientalistas do mundo inteiro vão voltar ao Brasil para um novo encontro da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre meio ambiente. O CDES (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social) vai ouvir especialistas e representantes da sociedade civil para ajudar a construir a proposta brasileira para a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que ocorre em junho de 2012./ Greenstyle

De acordo com o parlamentar Rodrigo Rollemberg, presidente da Comissão de Meio Ambiente  do Senado, os temas que serão mais abordados na Conferência Rio+20, que acontece em maio do próximo ano, serão a economiaverde como instrumento de combate à pobreza e a governança para instrumentar estas mudanças.

Para o senador, o Brasil precisa “fazer seu dever de casapara que possa se sentir mais à vontade” para sediar um evento como este.

“O Brasil tem uma posição favorável e bastante positiva quando o assunto é meio ambiente. Até lá, nós temos que fazer nosso dever de casa, aprovar um bom código florestal e cumprir as metas de desmatamento. Temos que ter uma posição mais incisiva, para que os compromissos não sejam meros protocolos de intenções”, alerta.

Fonte : Jornal do Brasil _Annaclara Velasco