Leed certifica primeiras edificações brasileiras em 2012

O ano mal começou e o USGBC – Conselho de Construção Sustentável dos EUA já concedeu os primeiros selos de certificação Leed – Leadership in Energy and Environmental Design para empreendimentos brasileiros. As edificações reconhecidas pela iniciativa foram o edifício da Editora Abril, em São Paulo (saiba mais em: Edifício do Grupo Abril recebe certificação LEED), e a loja Starbucks® Brasil, do Shopping Rio Sul, no Rio de Janeiro. 

Além da certificação desses dois empreendimentos, o sistema recebeu, em janeiro, outros sete registros de edificações interessadas em receber o selo. Com isso, o Brasil começa o ano com 42 empreendimentos certificados e 441 em busca do selo, se mantendo em quarto lugar no ranking dos países que possuem o maior número de edificações em processo de certificação LEED – atrás, apenas, de EUA, China e Emirados Árabes Unidos, respectivamente. 

Representante oficial do selo no Brasil, o GBC Brasil – Conselho de Construção Sustentável do Brasil considera os números positivos. “No ano passado tivemos um crescimento de 143% em empreendimentos em busca do selo LEED e 16 edifícios foram certificados. Os números de janeiro mostram que o conceito entrou na agenda das empresas brasileiras e que esse crescimento poderá ser ainda maior esse ano”, diz Marcos Casado, gerente técnico do GBC Brasil, que espera fechar 2012 com 650 empreendimentos brasileiros em busca da certificação Leed. 

Leia também:
Certificação LEED: tudo sobre o principal selo de construção sustentável no Brasil
 

Fonte: Planeta Sustentável

Autor: Débora Spitzcovsky

Depois de ter um crescimento de 143% no número de empreendimentos brasileiros em busca de certificação em 2011, o USGBC começou o ano concedendo o selo Leed a mais duas edificações do país. Entre elas, o prédio da Editora Abril, localizado na Marginal Pinheiros, em São Paulo

Print Friendly, PDF & Email