Notice: Undefined offset: 0 in /home/dh_pztkek/ambientalsustentavel.org/wp-includes/capabilities.php on line 149

Consumidores já consideram o meio ambiente quando se trata de entrega em domicílio, artigo de Chris Jones

Há uma tensão incômoda quando se trata de entrega em domicílio e meio ambiente. Os consumidores adoram a conveniência do delivery, mas estão muito preocupados com seu efeito no planeta.

Isso ficou muito claro no recente estudo pan-europeu de pesquisa do consumidor que está apto a esta modalidade.

A Descartes recentemente realizou um levantamento onde 71% dos entrevistados afirmaram que pensam duas vezes antes de fazer pedidos on-line devido a preocupações com o impacto ambiental.

Enquanto muitos varejistas desfrutam do seu crescimento online, eles devem estar cientes de que seus clientes estão observando para ver como eles inovam para ajudar a proteger o meio ambiente. Isso é especialmente verdadeiro para varejistas que visam públicos mais novos, pois a preocupação ambiental aumentou à medida que a idade do consumidor se tornou mais jovem, com uma alta de 86% para o grupo de 18 a 24 anos.

Ao invés de visualizar a preocupação ambiental como expectativa dos consumidores, os varejistas devem encará-la como uma oportunidade não apenas para encantar os clientes, mas também para melhorar sua produtividade e resultados. Existem várias maneiras de tornar a entrega em domicílio mais ecológica — e muitas delas resultam em se tornar mais eficientes.

Todo consumidor tem uma persona de entrega em domicílio. Por exemplo, alguns clientes querem o mais rápido possível, outros mais baratos e ainda existem os que preferem a forma mais ecológica. Na pesquisa, pedimos aos consumidores que indicassem seu nível de interesse em diferentes serviços relacionados à entrega e os três principais serviços tiveram implicações ambientais positivas. Ao consolidar os pedidos ao longo de uma semana para um cliente e utilizar as drop box facilities (instalações de caixas de depósito), os varejistas podem reduzir o número de entregas ao cliente. Isso reduz os recursos de entrega e a distância necessária para atender os clientes, o que diminui o impacto ambiental e os custos operacionais do varejista.

Outra abordagem de entrega em domicílio são as janelas de tempo de “entrega ecológica”. As janelas de tempo de entrega ecológica são opções adjacentes aos compromissos de entrega existentes e, portanto, exigem menos distância e combustível para serem executadas. Menos combustível significa menos dióxido de carbono no ar. Devido à distância mais curta para fazer a entrega — normalmente ~ 20% mais curta versus entregas regulares — as entregas ecológicas são as mais eficientes em termos de carbono e econômicas e se tornam uma opção vantajosa para clientes e varejistas.

As opções de entrega em domicílio ecologicamente corretas são o resultado de duas estratégias que são diferentes de como a maioria dos varejistas opera. Primeiro, os varejistas devem passar do mode-centric para order-centric. Essa abordagem não analisa apenas os pedidos de um cliente individual, mas também de toda a base de clientes.

Em segundo lugar, as opções de entrega precisam ser apresentadas dinamicamente aos clientes enquanto eles estão comprando, com os clientes informados sobre seu valor para o meio ambiente ao mesmo tempo. A combinação dos dois permite que os clientes “optem” por entregas ambientalmente conscientes e provavelmente reduzam o custo da entrega em domicílio para o varejista.

Por fim, os consumidores querem que os varejistas relatem seu progresso na redução do impacto ambiental. Os programas de melhoria logística devem ser considerados neste relatório porque são uma excelente fonte de melhoria do desempenho ambiental. Todo programa de eficiência logística, portanto, deve ser visto não apenas em termos de redução de distância, veículos, combustível e custos de manutenção, mas também em sua contribuição para um ambiente melhor.

Fornecer ao consumidor opções de entrega ecologicamente corretas e tornar a logística de entrega em domicílio mais eficiente beneficia o consumidor e o varejista. Em vez de tratar a preocupação ambiental como outra demanda do consumidor, os varejistas devem utilizá-la para ajudar a atrair mais clientes e melhorar seus resultados.

*Chris Jones – Vice-presidente Executivo de Indústria e Serviços, Descartes

Fonte: https://www.ecodebate.com.br/2022/03/18/consumidores-ja-consideram-o-meio-ambiente-quando-se-trata-de-entrega-em-domicilio/