Argentina consegue financiamento de R$ 444 mi por reduzir emissões de gases do efeito estufa

O país conseguiu o dinheiro a partir dos resultados com a implementação da lei florestal no país

Foto: EFE/Juan Ignacio Roncoroni

por Jovem Pan

Argentina informou nesta terça-feira, 10, que obteve financiamento de US$ 82 milhões (R$ 444 milhões, na cotação atual) do Fundo Verde para o Clima (GCF) por ter conseguido uma redução em suas emissões de gases do efeito estufa. Segundo um comunicado do Ministério do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Argentina, o financiamento foi conseguido a partir dos resultados com a implementação da lei florestal no país. “Este é o reconhecimento do Fundo Verde para o Clima ao trabalho feito na redução dos gases de efeito estufa. Este pagamento por resultados nos deixa orgulhosos e nos impulsiona a redobrar nossos esforços”, disse o ministro do Meio Ambiente, Juan Cabandié.

A Argentina utilizará os recursos obtidos para fortalecer a implementação da lei de florestas nativas e reduzir as emissões do desmatamento e da degradação florestal, além de apoiar as comunidades camponesas e indígenas e alocar fundos para prevenir e controlar incêndios florestais. “Os fundos serão destinados a investimentos em nível local que promoverão o manejo florestal territorial, a restauração florestal, o uso sustentável de madeira e produtos florestais não madeireiros, e a prevenção e resposta precoce a incêndios florestais”, afirma o comunicado. Além disso, serão promovidas práticas sustentáveis de pecuária para proteger as florestas nativas.

De acordo com as autoridades argentinas, a possibilidade de solicitar pagamentos de desempenho ao CGF se deve ao resultado obtido pelo país sul-americano na redução de emissões por desmatamento durante o período 2014-2016, juntamente com o cumprimento dos pilares REDD+ (redução de emissões por desmatamento e degradação florestal) estabelecidos pela Convenção Marco das Nações Unidas sobre Mudança Climática. O Fundo Verde para o Clima foi estabelecido sob a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática, e através dele os países desenvolvidos financiam políticas de adaptação e mitigação da mudança climática nos países em desenvolvimento.

*Com informações da EFE

Jovem Pan https://jovempan.com.br/noticias/mundo/argentina-consegue-financiamento-de-r-444-mi-por-reduzir-emissoes-de-gases-do-efeito-estufa.html