Relatório governamental alerta australianos que as mudanças climáticas já afetam o país

Um novo relatório publicado pela Comissão Climática do governo australiano é enfático ao alertar que a vulnerabilidade do país às mudanças climáticas torna emergencial a preparação para o aumento na ocorrência de incêndios, ciclones e enchentes.

“As mudanças climáticas já estão aumentando a intensidade e a freqüência de muitos eventos climáticos extremos, afetando adversamente os australianos. Eventos extremos ocorrem naturalmente e recordes climáticos são quebrados de tempos em tempos. Porém, a mudança climática está influenciando para que esses fenômenos se tornem mais comuns ao redor do mundo”, reconhece o relatório.

Os recordes de temperaturas quentes agora são registrados três vezes mais frequentemente do que os de temperaturas frias. Nos últimos três anos, a costa leste da Austrália passou por vários eventos de chuvas fortes, resultantes das temperaturas altas recorde registradas na superfície do oceano. Estes são apenas alguns dos exemplos preocupantes citados pelo documento.

Por sua vez, os eventos extremos aumentarão os riscos à saúde, agricultura, infraestrutura e ambiente, sendo crucial que as comunidades, os serviços de emergência e as autoridades se preparem.

Além da vulnerabilidade das populações e do setor agrícola, a publicação alerta que alguns dos ecossistemas icônicos do país, como a Grande Barreira de Corais e as áreas alagadas, têm sofrido muito com as ondas de calor e o aumento do nível do mar.

“Agora, e nos próximos anos, apenas ações preventivas fortes podem estabilizar o clima e deter a tendência de aumento do clima extremo para os nossos filhos e netos”, coloca o relatório, acrescentando que “quanto mais rápido reduzirmos as emissões de gases do efeito estufa, maior será a diminuição da intensidade dos eventos extremos”.

(Instituto CarbonoBrasil)