Brasil autoriza caça de javali-europeu em seu território

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) liberou nesta sexta-feira (1) acaça aos javalis-europeus (Sus scrofa) que vivem em território nacional e, também, ao seu híbrido com o porco doméstico, conhecido como javaporco.

Publicada no Diário Oficial da União, a decisão foi tomada por conta dos estragos que o animal – que, como o próprio nome dedura, é originário da Europa e, portanto, trata-se de uma espécie invasora – vem causando àbiodiversidade e, também, à economia do país. Agressivo e sem predadores naturais no Brasil, o javali-europeu está se proliferando rapidamente pelo país, atacando ovos de espécies nativas, como jacarés e tartarugas, e destruindo plantações e florestas.

De acordo com o Ibama, não há estimativas a respeito da população total da espécie no país, mas o número de exemplares já é tão grande que o abate passou a ser a única opção. Levantamento feito no Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina apontou que apenas na região existem mais de 300 mil javalis-europeus. A incidência também é grande na Amazônia.

Registros indicam que a espécie invasora chegou ao Brasil no início do século XX, “com as próprias patas”. Isso porque javalis-europeus trazidos da Europa para a Argentina e Uruguai escaparam de seus criadouros e invadiram o território brasileiro pela fronteira. Em 1996, o animal passou a ser oficialmente importado para o sudeste, piorando a situação, que, duas décadas depois, passou a ser insustentável.

caça com armas de fogo e armadilhas está liberada pelo Ibama, para pessoas que possuem autorização para a prática no órgão brasileiro, mas o Instituto pede atenção para que os caçadores não confundam o javali-europeu com outras espécies nativas que são parecidas com ele, como os porcos-do-mato.

Fonte: Planeta Sustentável

Considerado um animal agressivo e sem predadores naturais no Brasil, o javali-europeu se tornou uma ameaça à biodiversidade e à economia do país, sobretudo na região sul e na Amazônia. Para tentar resolver o problema, o Ibama autorizou à caça ao animal

Considerado um animal agressivo e sem predadores naturais no Brasil, o javali-europeu se tornou uma ameaça à biodiversidade e à economia do país, sobretudo na região sul e na Amazônia. Para tentar resolver o problema, o Ibama autorizou à caça ao animal