Participação de energias renováveis na matriz da Alemanha bate recorde

Mais de 25% de toda a energia consumida pela Alemanha no primeiro semestre de 2012 veio de fontes renováveis, afirmou nesta quarta-feira (1) a Associação Nacional de Energia e Água (BDEW). De acordo com as estatísticas preliminares divulgadas pela entidade, todas as fontes alternativas registraram crescimento no período.

O setor eólico respondeu pela maior fatia das renováveis, fornecendo 9,2% de toda a energia demandada pela Alemanha e produzindo 24,9 bilhões de kWh no primeiro semestre de 2012. Durante o mesmo período do ano passado, a eólica produziu 21 bilhões de kWh.

O uso de biomassa também subiu, passando de 14,5 bilhões de kWh em 2011 para 15,3 bilhões de kWh, fornecendo 5,7% da demanda.

O setor solar fotovoltaico foi o que mais cresceu, aumentando sua geração em 47%. No total foram produzidos 14,4 bilhões de kWh nos primeiros seis meses deste ano, contra 9,8 bilhões de kWh em 2011.

Os dados da BDEW acalmaram críticos que alegavam que o desligamento progressivo das usinas nucleares forçaria a Alemanha a importar combustíveis fósseis.

“O cenário é bem melhor do que muitos pensavam. Nós continuamos exportando energia, apenas não na mesma quantidade do que no passado”, afirmou um porta-voz da BDEW.

Fonte: Instituto CarbonoBrasil

FanPage AmbientalSustentávelCurta nossa página do facebook
Participação de energias renováveis na matriz da Alemanha bate recorde
Participação de energias renováveis na matriz da Alemanha bate recorde