Prêmio Ecopet – inscrições para a edição 2011

Premiação conta com novas categorias, para incentivar a pesquisa e a inovação nas áreas acadêmica e industrial

Conferido todos os anos pela Associação Brasileira da Indústria do PET – ABIPET – o Prêmio EcoPET está com inscrições abertas para a 12.ª edição até o próximo dia 30 de agosto. A premiação conta com novidades entre suas seis categorias, com o objetivo de ampliar o incentivo ao desenvolvimento de novas tecnologias e aplicações para o PET reciclado nos campos acadêmico e industrial.
A nova categoria Pesquisas Acadêmicas inclui trabalhos desenvolvidos por universitários ou instituições de ensino superior, públicas ou privadas, que contribuam para a reciclagem das embalagens de PET pós-consumo, em qualquer fase do processo. Em Tecnologia, outra novidade deste ano, serão contemplados os investimentos privado e industrial feitos em processos e desenvolvimentos de produtos que utilizem o PET reciclado em sua composição, já funcionais, que estejam ou não em comercialização.
“As alterações realizadas no Prêmio visam contemplar a nova realidade da reciclagem no Brasil, a partir da implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. As transformações que vão ocorrer nos próximos anos exigirão uma contrapartida por parte de pesquisadores e empresas, no sentido de aperfeiçoar processos e encontrar novas aplicações para o material reciclado”, afirma Auri Marçon, presidente da ABIPET.
Ao todo, o Prêmio EcoPET distribuirá R$ 9 mil e um computador portátil entre os vencedores, cujos trabalhos deverão contemplar, obrigatoriamente, a reciclagem do PET. Além de Pesquisas Acadêmicas e Tecnologia, as demais categorias são:
Educação Ambiental: projetos efetivos de instituições de ensino, associações, cooperativas e quaisquer entidades sem fins de lucro, ou indivíduos, que atinjam a população com ideias e conceitos sobre consumo consciente, destinação adequada e separação de resíduos sólidos urbanos e reciclagem;
Coleta e Separação: ações desenvolvidas por entidades sem fins de lucro e/ou órgãos governamentais, que efetivamente incrementem a coleta local ou regional de embalagens pós-consumo;
Ação de Empresa: ações ou projetos efetivos de pessoas jurídicas que estimulem a separação e coleta de materiais recicláveis, interagindo com a comunidade e contribuindo para a disseminação da reciclabilidade de PET;
Reportagem Ambiental: reportagem, artigo ou série de reportagens publicadas em mídias de qualquer tipo, por veículo de cunho jornalístico, que valorize ações em prol da reciclagem e/ou a utilização de material reciclado em novos produtos.
Os trabalhos escolhidos serão conhecidos em cerimônia realizada na cidade de São Paulo. Os finalistas das categorias Coleta e Separação, Educação Ambiental e Pesquisas Acadêmicas apresentarão seus trabalhos para um corpo de jurados e a plateia, com direito a voto. Os vencedores das demais categorias serão escolhidos por uma Comissão Analítica.
O regulamento e a ficha de inscrição do Prêmio ECOPET – que tem preenchimento obrigatório – estão disponíveis na página da ABIPET na Internet – www.abipet.org.br.
Além do e-mail, os formulários e a descrição dos trabalhos também podem ser entregues pessoalmente na secretaria da Associação ou enviados por correio.
Os inscritos têm até o dia 30 de setembro para enviar material de apoio de cada categoria, que podem ser textos, vídeos, fotos, publicações, equipamentos, entre outros itens que contribuam para melhor entendimento do trabalho. Também poderão ser entregues pessoalmente na sede da ABIPET ou enviados por correio ou e-mail.
Sobre a ABIPET e a reciclagem
Fundada em 1995, a Associação Brasileira da Indústria do PET – ABIPET – é uma entidade sem fins lucrativos que reúne a cadeia produtiva do setor de PET do Brasil. A Associação é a maior representante do segmento em toda a América Latina e congregam fabricantes da resina, transformadores, sopradores e recicladores de todo o mercado brasileiro.
O Prêmio EcoPET, criado em 1995, é uma das principais ações do calendário anual da entidade, que incentivam e destacam a importância da preservação do meio ambiente por meio da reciclagem do PET. As campanhas educativas e iniciativas da entidade têm sido decisivas para posicionar o Brasil entre os maiores recicladores mundiais do material.
O 6.º Censo da Reciclagem do PET no Brasil, realizado pela ABIPET, mostrou que o País recicla 55,6% das novas embalagens produzidas. Como resultado, o País consolida a sua posição como um dos líderes na atividade, à frente de Estados Unidos e União Europeia. São mais de 500 empresas em todo o Brasil, que geram um faturamento de mais de R$ 1 bilhão.
Por: www.inteligemcia.com.br
Fonte: Setor Reciclagem – 10/08/2011