PLANO NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS SERÁ CONCLUÍDO EM AGOSTO DESTE ANO

 

 

Cabos de rede da  empresa Furukawa,que já aplica a logística reversa

O Ministério do Meio Ambiente anunciou que em agosto próximo será finalizada a primeira versão do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, para ser debatida a partir de setembro em seminários regionais.

O texto final com contribuição da sociedade será debatido em encontro nacional promovido pelo ministério em 2012. O plano vai contemplar todo tipo de resíduos sólidos, como da construção civil, área da saúde, agropastoris e resíduos perigosos. O PNRS vai criar o Comitê Orientador da Logística Reversa, que vem a ser a montagem de uma modelagem para que produtos gerados por cadeias produtivas sejam recolhidos sob responsabilidade dessa própria cadeia, ou seja, produtores, importadores e comerciantes.

A destinação inadequada de resíduos sólidos faz com que o Brasil perca R$ 8 bilhões anuais, além de prejudicar o meio ambiente, segundo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Outro dado alarmante é que apenas 443 municípios brasileiros, dos mais de cinco mil existentes, contam com coleta seletiva.

A Lei que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (a qual o Plano Nacional de Resíduos Sólidos está integrado) é bastante atual com instrumentos para permitir avanço necessário no enfrentamento dos principais problemas ambientais, sociais e econômicos decorrentes do manejo inadequado dos resíduos sólidos.

Além do mais, coloca o Brasil em patamar de igualdade aos principais países desenvolvidos em relação ao marco legal e inova com inclusão de catadoras e catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis, tanto na Logística Reversa quando na Coleta Seletiva.

Fonte:  Portal EcoD