Parques de 10 países africanos terão apoio para desenvolvimento

Bancos internacionais, organismos das Nações Unidas e organizações intergovernamentais prometem apoiar o desenvolvimento sustentável do turismo em uma rede de parques que se estende por dez paises da África Ocidental.  O compromisso com este projeto foi acertado durante a Conferência da OMT celebrada em Dakar, no Senegal, na ultima semana de maio.

 

Os parques de Benin, Burkina Faso, Gâmbia, Guiné, Guiné Bissau, Mali, Mauritânia, Nigéria, Senegal e Serra Leoa, compartilhando áreas protegidas, ganharão meios para aumentar sua conservação e a promoção conjunta como destino turístico.

 

“O turismo é uma das ferramentais mais efetivas para o crescimento econômico e o desenvolvimento da África”, declarou o secretário geral da OMT, Taleb Rifai, que esteve na reunião presidida pelo Primeiro Ministro senegalês, Souleymane Ndéné Ndiaye,  e que foi assistida por todos os ministros de Turismo dos países envolvidos.

 

O programa teve estudos de viabilidade financiados pelas Agências de Cooperação Internacional  da França (Coopération Française) e da Coréia (KOICA), sob coordenação da UNESCO. Do setor privado estiveram participantes no assessoramento técnico, os bancos de desenvolvimento Africano e Islâmico.