Novo mamífero é descoberto em parque nacional do Rio de Janeiro

Ratinho-goyatacá foi descrito por pesquisadores da UFRJ.
Espécie foi encontrada no Parque da Restinga Jurubatuba, em Macaé.

Fonte Wikipédia: Segundo pesquisadores é a área de restinga mais bem preservada do País e está praticamente intacta.

Um novo mamífero foi descoberto por pesquisadores brasileiros no Parque Nacional da Restinga Jurubatuba, na região de Macaé (RJ). Chamado de ratinho-goyatacá (Cerradomys goytaca), a nova espécie foi descrita por cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

O nome foi uma homenagem à tribo inídigena Goyatacazes, que habitava a região litorânea do norte fluminense.  Além disso, o ratinho-goyatacá tem parentesco com espécies que vivem no Cerrado.

Novos estudos serão realizados para entender sua origem evolutiva, ecologia, comportamento e como as transformações regionais causadas pelo homem poderão afetar as populações do animal.  A espécie foi descrita em junho, em artigo publicado na revista internacional Journal of Mammalogy.

Ratinho-goyatacá, novo mamífero descoberto em parque nacional do estado do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/Pablo Gonçalves/ICMBio)Ratinho-goyatacá, novo mamífero descoberto em parque
nacional do estado do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/
Pablo Gonçalves/ICMBio)

Características
O recém-descoberto mamífero brasileiro habita moitas da árvore Clusia, muito comum na parte aberta da restinga.

Durante o dia ele permanece em seu ninho em meio a bromélias ou mesmo galhos da Clusia.

À noite, procura por alimentos como coquinhos de guriri ou juruba, uma famosa palmeirinha que deu nome ao parque.

A descoberta foi feita pelos pesquisadores William Correa Tavares, Leila Maria Pessôa e Pablo Rodrigues Gonçalves.

Fonte: Globo Natureza_ São Paulo