Em breve, Terra de 7 bilhões

Dia 31, planeta chega à marca histórica de habitantes. Impacto no Meio Ambiente será imenso

A data 31/10/11 é apenas uma estimativa. O país Índia é apenas uma probabilidade, porém o que será um fato mesmo é que: o Mundo passara a ter um novo marco com seus 7 Bilhões de habitantes em 2011.

 Uma criança — provavelmente um menino e, ao que tudo indica, natural do estado Uttar Pradesh, na Índia — vai nascer no dia 31 de outubro, fazendo a humanide chegar à marca de 7 bilhões de pessoas vivendo ao mesmo tempo no Planeta Terra. A previsão é da ONU. Ainda que os cálculos do nascimento do bebê sete bilionésimo variem, cientistas têm concordado num aspecto: os recursos do mundo correm risco sendo consumidos por tanta gente.

O cálculo que atribui a chegada do bebê ao último dia deste mês foi divulgado pelo Fundo Populacional da ONU. O fato mais preocupante constatado pela organização, entretanto, foi o de que a desaceleração do crescimento populacional está em ritmo menor que o esperado.

Segundo o levantamento, em meados do século a população será maior do que na previsão anterior, feita há dois anos — deve chegar a 9,31 bilhões, em vez de 9,15 bilhões. Se continuar nesse ritmo, o mundo pode bater os 10 bilhões no ano 2100.

Como nascem por minuto cerca de 267 pessoas no mundo, institutos demográficos ao ironizam a decisão da ONU de apontar uma pessoa como a que vai fazer o mundo ter 7 bilhões de habitantes. Em 1999, a ONU atribuiu ao bósnio Adnan Nevic, nascido em Sarajevo, o título simbólico de bebê seis bilionésimo. Se de fato nascer em Uttar Pradesh — estado indiano que tem 153 milhões de habitantes e onde nascem 51 crianças por minuto —, a criança terá que, em primeiro lugar, sobreviver. A região tem mortalidade de crianças abaixo de 5 anos com taxa de 96 a cada 10 mil nascimentos.

Escassez de água e comida

Se o mundo vai chegar a 7 bilhões de pessoas este mês ou no ano que vem, como prevê outra corrente de demógrafos, parece questão menor quando se levam em conta os desafios que esperam o Planeta. Até 2025, pelo menos 2,5 bilhões de pessoas poderão sofrer com falta de água. A produção de alimentos, por sua vez, terá que aumentar em até 50%. O envelhecimento traz riscos de colapso à economia global com a manutenção dos sistemas de previdências. Haja preocupação para o pequeno indiano…

Fonte  : O Dia _João Ricardo Gonçalves