Aluna de universidade britânica produz lápis a partir de lixo

Iniciativa é resultado de desafio lançado pela Royal College of Art

A escola britânica Royal College of Art é reconhecida no mundo todo por seus cursos de pós-graduação em arte e design. Recentemente, a instituição lançou aos seus alunos o desafio de produzir algo a partir do lixo gerado nos mais diversos departamentos da escola, contribuindo com o ambiente e com a sociedade local.

A estudante Ariane Prin levou o projeto a sério e desenvolveu uma técnica para transformar os resíduos em lápis. O procedimento envolveu a mistura do lixo com farinha, argila, serragem, água, tinta e grafite.

Editora Globo

Royal College of Art ganha fábrica de lápis idealizada por aluna britânica. (Fotos: Divulgação)

Em entrevista ao site Co. Design Fast, Ariane revelou que estuda métodos para aumentar a produção de lápis a partir do método criado. Segundo a estudante, a Royal College of Art produz ao ano 170 sacos de serragem. Cada saco contribui com a produção 90 lápis. “Tenho visitado algumas fábricas de lápis para apresentar meu projeto aos engenheiros responsáveis. A intenção é fazer esse negócio crescer”, afirma.

No vídeo abaixo (em inglês), a britânica mostra o passo a passo da produção dos lápis que, por enquanto, estão sendo vendidos apenas aos seus colegas de escola.

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios