Agricultura orgânica: grupo de mulheres revela a raiz cultural das sementes crioulas

A entrevistada desta semana, do Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk, é a agricultora familiar pernambucana Vilma Martins (terceira à direita na foto), radicada em São Paulo, que integra a composição feminina do Grupo de Agricultores Urbanos (GAU) – Culinária e Agricultura Orgânica, em União da Vila Nova – São Miguel Paulista, na capital, hoje composto por nove mulheres. A maioria são migrantes vindas de Minas Gerais e do Nordeste e carregam esta raiz identitária nas práticas no campo e na culinária com benefício à saúde, com o cultivo de sementes crioulas e a manutenção de um viveiro-escola, no qual passam seus ensinamentos,  por meio da prática do processo da agricultura orgânica.

Vilma (terceira à direita) ao lado de outras agricultoras do grupo. Foto: Sucena Shkrada Resk

Mais recentemente, essas agricultoras deram início à faceta empreendedora, ao se enveredarem na gastronomia, oferecendo receitas peculiares, como esfihas, biscoitos, massas, pães e saladas, com Plantas Alimentícias Não Convencionais (Pancs) e outras ervas e legumes. Como ela destaca, é um processo de muitos anos que une conservação ambiental e a autoestima, por meio da promoção da conservação ambiental com a prática da agrofloresta, da promoção da alimentação saudável, da cultura e geração de renda.

Ouça o depoimento de Vilma sobre esta história cativante destas brasileiras concedido neste domingo (24/3), durante um bate-papo que tivemos quando fui conhecer a banca do grupo, na Feira de Orgânicos promovida no Sesc Paulista.

http://envolverde.cartacapital.com.br/agricultura-organica-grupo-de-mulheres-revela-o-casamento-da-faceta-da-raiz-cultural-as-sementes-crioulas/