Traficantes interestaduais de aves ameaçadas de extinção são presos em Caruaru

Policiais Militares da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma) com o apoio do Núcleo de Inteligência das Especializadas, prenderam nesta segunda-feira, em Caruaru, sete pessoas acusadas de tráfico interestadual de aves silvestres. Muitos dos animais apreendidios estão na lista de espécies ameaçadas de extinção e foram trazidos de Arapiraca, em Alagoas.

A Operação desarticulou parte do grupo, que possui membros em Pernambuco e Alagoas. De acordo com o Cipoma, pelo menos um deles já havia sido preso anteriormente.
Com os detidos foram encontradas cerca de 600 aves, que foram resgatadas e encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do CPRH.

Dentre as espécies resgatadas haviam Canários, Sangue de Boi, Papa Capim, Azulão, Caboclinho e Patativas, Galo de Campina e Periquito da Caatinga.

Foram apreendidos ainda com os bio traficantes a quantia de R$ 4.441.

Segundo a companhia, os membros da quadrilha presos em Caruaru são responsáveis pela comercialização dos animais em Caruaru e na região metropolitana de Recife. Eles foram conduzidos a Delegacia de Plantão em Caruaru, onde foram autuados em flagrante. Se condenados, eles poderão pegar de seis meses a dois anos de detenção. Além de responderem criminalmente, os acusados podem pagar multa de R$ 500 por pássaro apreendido.

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/outros/ultimas-noticias/46,37,46,11/2017/05/15/interna_vidaurbana,703805/traficantes-interestaduais-de-aves-ameacadas-de-extincao-sao-presos-em.shtml
PrintFriendly and PDF