Tamanduá-bandeira é solto na natureza após ser resgatado em condomínio residencial de Botucatu

Um tamanduá-bandeira que foi resgatado em um condomínio residencial de Botucatu (SP) foi devolvido à natureza nesta quarta-feira (24). A ação de reintrodução da fêmea adulta da espécie foi realizada pela Polícia Ambiental, o Cempas da Unesp Botucatu (Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Selvagens) e representantes do Defau, departamento da Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

De acordo com a veterinária do Cempas, Luna Scarpari Rolim, o tamanduá-bandeira passou por uma bateria de exames durante cinco dias que ficou no centro. “Fizemos a sedação da fêmea para a realização de todos os exames, de sangue, raio-x, tudo para certificar que ela estava em condições de retornar a natureza.”

A veterinária explicou ainda que o objetivo do trabalho realizado no centro é reintroduzir os animais o mais rápido possível no habitat natural. “Eles são animais silvestres e ficam extremamente estressados em cativeiro, com a presença de nós seres humanos e também não aceitam a alimentação que damos, assim se eles ficam muito tempo em cativeiro podem até morrer. Então se estão saudáveis precisam retornar assim que possível para a natureza”, completa a veterinária.

Além do tamanduá-bandeira, o grupo também fez a soltura de um Tapiti, uma espécie de coelho que é genuinamente brasileira.

http://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/tamandua-bandeira-e-solto-na-natureza-apos-ser-resgatado-em-condominio-residencial-de-botucatu.ghtml

PrintFriendly and PDF