BNDES apoiará MPMEs inovadoras com fundo de crédito

A BNDESPAR está lançando um fundo de crédito para apoiar pequenas e médias empresas inovadoras, com faturamento anual de, no máximo, R$ 90 milhões e que atuem, preferencialmente, nos setores de tecnologia da informação, novos materiais, biotecnologia, nanotecnologia e audiovisual. A BNDESPAR poderá investir até R$ 80 milhões, limitados a uma participação máxima de 50% no patrimônio total do fundo, que pode chegar a R$ 200 milhões. Os demais recursos serão captados junto a outros investidores. O fundo terá um gestor privado, que será selecionado por chamada pública e o resultado será conhecido até agosto.

O financiamento a micro, pequenas e médias empresas é uma das prioridades das novas políticas operacionais do BNDES, que atende a esse segmento por meio de concessão de crédito ou via mercado de capitais. O fundo de crédito para MPMEs inovadoras é mais uma das iniciativas em desenvolvimento pelo BNDES para fomentar o mercado de capitais e ampliar a fatia de crédito corporativo de longo prazo.

O fundo deverá ser lastreado em debêntures ou cédulas de crédito bancário, aumentando a oferta de recursos para micro, pequenas e médias empresas, que têm mais dificuldade de acesso ao mercado tradicional de crédito e usualmente não dispõem de ativos suficientes para oferecer como garantia a empréstimos tradicionais. Os títulos que vão compor a carteira do fundo serão lastreados em financiamentos com prazos de 12 a 48 meses e garantias flexíveis, que podem envolver, entre outros instrumentos, recebíveis futuros dessas empresas e direitos sobre propriedade intelectual. Parte do crédito concedido também poderá ser conversível em ações da empresa.

http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/voit/bndes-apoiara-mpmes-inovadoras-com-fundo-de-credito-26042017

O fundo de crédito estruturado para MPMEs inovadoras é um projeto piloto da BNDESPAR inspirado em experiências internacionais denominadas venture debt, que é a concessão de crédito para empresas inovadoras. Considerando as experiências internacionais, estima-se que esse mercado possa alcançar até R$ 1 bilhão no Brasil.

Os principais objetivos do BNDES com a iniciativa são: estruturar uma nova forma de apoio à inovação e às MPMEs; complementar as formas de apoio do BNDES e da BNDESPAR atualmente existentes; contribuir para o desenvolvimento do mercado de capitais nacional; alavancar o uso de recursos do BNDES, em parceria com o mercado; oferecer a investidores uma nova classe de ativos; incentivar gestores especializados a atuar com foco em crédito de longo prazo para pequenas e médias empresas.

Apoio às MPMEs
No segmento de crédito para esse perfil de empresas, o BNDES já oferece recursos na modalidade direta, com condições incentivadas em relação ao custo e vinculadas à execução de planos de investimento em inovação. Já no apoio indireto, via agentes financeiros credenciados, os principais produtos são Cartão BNDES, BNDES Automático, BNDES MPME Inovadora e BNDES Progeren, para financiamento a capital de giro.

Atualmente, a BNDESPAR figura entre os maiores investidores brasileiros da indústria de private equity e venture capital nacional, com capital comprometido de R$ 3 bilhões em 42 fundos e mais de 170 empresas investidas em todas as regiões do país e em mais de 15 setores da economia. Na carteira de fundos do BNDES, a cada real investido pelo Banco, existe o equivalente a R$ 4,50 de outros investidores nacionais e estrangeiros, o que representa um excelente multiplicador dos recursos desembolsados.

http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/voit/bndes-apoiara-mpmes-inovadoras-com-fundo-de-credito-26042017

PrintFriendly and PDF