Brasileiro é novo relator da ONU sobre o direito à água potável e ao saneamento

Reprodução

Reprodução

Danilo Macedo – Repórter da Agência Brasil 
O professor Léo Heller, do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), foi anunciado, hoje (6), pelo presidente do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Baudelaire Ndong Ella, como o novo relator especial sobre o direito à água potável e ao saneamento. Ele substitui a portuguesa Catarina de Albuquerque, que estava no cargo desde 2008. Ele deve iniciar seu mandato em dezembro e poderá ficar até seis anos.

Aos 59 anos, Heller tem graduação em engenharia civil, mestrado em saneamento, meio ambiente e recursos hídricos e doutorado em epidemiologia, todos pela UFMG, além de pós-doutorado pela Universidade de Oxford. Ele coordenou os trabalhos de universidades brasileiras que contribuíram para a publicação do estudo Panorama do Saneamento Básico no Brasil, que serviu de base para o Plano Nacional de Saneamento Básico, em 2013.

Internacionalmente, o professor colaborou com a Organização Pan-Americana da Saúde e com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Heller foi escolhido entre mais de 20 candidatos de vários países. Entre as missões do relator especial está viajar o mundo para avaliar como os governos estão atuando na garantia dos direitos à água e ao saneamento.

(Agência Brasil)
Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2014-11/brasileiro-e-novo-relator-da-onu-sobre-o-direito-agua-potavel-e-ao

PrintFriendly and PDF