Ônibus elétrico pode ser recarregado em 15 segundos

Uma nova tecnologia testada em Genebra, na Suíça, promete trazer grande evolução ao transporte público. O projeto apelidado de TOSA planeja ônibus elétricos que não precisam ser conectados às linhas de transmissão e são recarregados em 15 segundos.

A novidade é fruto de um trabalho entre a ABB, empresa que atua na área de tecnologia de automação de energia, juntamente com a TGP, que controla o transporte público na cidade suíça, com o Gabinete para a Promoção da Indústria e Tecnologia e com a concessionária local de energia, Genebra SIG.

O sistema será implantado pela primeira vez em um ônibus com capacidade para carregar até 135 passageiros. A recarga é feita através de um mecanismo automático de carregamento rápido. Dessa forma, as baterias são preenchidas sempre que o ônibus faz uma parada de 15 segundos nos pontos de ebarque e desembarque de passageiros.

“Este projeto vai pavimentar o caminho para uma mudança que deixará o transporte mais flexível, melhorando a infraestrutura, o custo benefício e, ainda, reduzirá a poluição e o ruído”, explicou Claes Rytoft, chefe de tecnologia da ABB.

O TOSA (Sistema de Alimentação Otimizado para Trólebus) é considerado uma solução com emissão zero de carbono, pois a energia utilizada é proveniente de fonte hidrelétrica, considerada pela ONU, uma opção limpa. A proposta é que a carga seja feita de maneira tão rápida que não interfira nos horários habituais dos ônibus. Além disso, o sistema deve melhorar o visual da cidade, por descartar a necessidade da conexão com as linhas elétricas, normalmente ligadas aos trólebus.

De acordo com a ABB, a cada 15 segundo que o ônibus permanece sob o equipamento de recarga rápida, são aumentados 400 quilowatts em seu reservatório. Para completar a carga, no final do trajeto o ônibus permanece durante quatro minutos parado em um dos pontos equipados com o sistema para finalizar a recarga.

(Instituto Carbono Brasil)

Ônibus elétrico pode ser recarregado em 15 segundos

PrintFriendly and PDF