Mulheres fazem a diferença nas ações de sustentabilidade, afirma Izabella Teixeira

O primeiro Encontro da Rede de Mulheres Brasileiras Líderes pela Sustentabilidade de 2013, realizado no dia 29 de abril, em Brasília, foi marcado pelo desejo de atentar à sociedade a importância da mulher no processo de desenvolvimento sustentável. “As mulheres estão engajadas com o futuro do desenvolvimento do país e fazem a diferença nas ações de sustentabilidade. Por isso, é preciso mobilizá-las ainda mais”, destacou a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

“Nosso objetivo é mobilizar as mulheres e a sociedade para a implantação de ações que assegurem um desenvolvimento sustentável”, acrescentou. O encontro de mulheres líderes nas áreas privada e pública teve como tema “Sustentar ideais – os desafios da ação e da comunicação em rede”. As discussões se concentraram no impacto e importância da comunicação em rede para um desenvolvimento sustentável.

A secretaria de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci, que lembrou que a violência contra a mulher é incompatível com a democracia e a igualdade, acredita que as mulheres estão “nessa parceria pelo desenvolvimento sustentável também porque ascenderam profissionalmente aos cargos de direção nos órgãos públicos e na iniciativa privada”.

Consumo consciente

Durante a reunião foi lançada uma campanha sobre o consumo consciente que defende a adoção de práticas saudáveis, voltadas para assegurar a melhor qualidade do meio ambiente. Izabella afirmou que as ações de sustentabilidade deste ano incluem também as práticas esportivas, de lazer e de cultura, com ênfase no consumo consciente.

“A relação meio ambiente e consumo está no centro das discussões, abordando as formas para melhorar a qualidade e abrangência da comunicação em rede”, afirmou.

Além da campanha, os participantes do encontro também discutiram os temas: Felicidade e sustentabilidade num mundo de crescentes incertezas e velocidade; Existe um jeito de ser feliz diferente para homens e mulheres?; Existe uma economia da felicidade no cotidiano? e, Necessariamente a mulher é incluída na comunicação pela sustentabilidade?.

A rede

A Rede de Mulheres Brasileiras Líderes pela Sustentabilidade é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente, criada em 2011, para mobilizar mulheres em cargo de liderança e executivas de instituições públicas e privadas, com ou sem fins lucrativos, na promoção de ações de sustentabilidade.

A ministra do Meio Ambiente lembrou que a rede, ao ser criada, contou o apoio de 30 mulheres brasileiras – e hoje conta com 468 mulheres e seis homens, porque as ações ultrapassam os limites do debate feminista. A rede não tem fins lucrativos.

(Portal Planalto)


Mulheres fazem a diferença nas ações de sustentabilidade, afirma Izabella Teixeira

Mulheres fazem a diferença nas ações de sustentabilidade, afirma Izabella Teixeira

PrintFriendly and PDF