Hoje é Dia Nacional da Mata Atlântica: veja dez razões para preservar

“Distribuída por 17 estados brasileiros, a Mata Atlântica continua prestando serviços ambientais relevantes, contudo, mesmo com a disseminação do reconhecimento de sua importância, apresenta situação ainda crítica, demandando ações urgentes de conservação e recuperação ambiental”. Este é um trecho da Carta da Mata Atlântica 2013, que deve ser lida durante a Semana da Mata Atlântica, que será realizada nos dias 27 e 28 de maio, no auditório da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

Realizado em função do Dia Nacional da Mata Atlântica, comemorado na segunda-feira (27), o evento deve gerar articulações de diferentes segmentos com a finalidade de produzir soluções para reduzir o desmatamento e preservar o bioma, segundo informações do Jornal do Brasil.

Foto: Vinicius Andrade Camargo

Hoje a Mata está reduzida a 20% de seu território e apenas 7% do que restou é considerado bem conservado, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente (MMA). A mata já teve uma área de 1,3 milhão de metros quadrados.

Quase 120 milhões de pessoas vivem nos arredores da Mata Atlântica, ainda segundo o MMA, como já foi mostrado em matéria recente. Com informações do Banco do Planeta, o EcoD traz algumas imagens deste bioma e dez razões para preservar as florestas. Eis alguns dos motivos:

mata_atlantica_250

1º A biodiversidade da Mata Atlântica colabora para a produção científica, economia e produção de medicamentos;

2º A vegetação ajuda no controle de gases de efeito estufa;

3º Com as árvores, é possível reduzir os efeitos de uma tempestade;

4º A mata funciona como uma “grande esponja” durante os períodos chuvosos e ajuda a absorver as chuvas e reduzir as enchentes;

5º Além de prevenir as enchentes, essa “grande esponja” evita o efeito da erosão do solo e protege os rios;

6º A biomassa gerada pela mata fertiliza o solo e fixa os nutrientes;

7º Decomposição e reabsorção de resíduos orgânicos;

8º Renovação espontânea de espécies, tanto animais como vegetais, que servem aos humanos como alimentos;

9º Geração de chuvas, através da transpiração das árvores;

10º Proteção contra os raios ultra-violetas.

O bioma passou a ser homenageado em 27 de maio de 2001 porque, nesta data do ano de 1560, o padre Anchieta assinou a “Carta de São Vicente”, em que descreveu a biodiversidade das florestas tropicais, incluindo este conjunto florestal.

(EcoD)

A Mata Atlântica na Serra do Mar, em São Paulo. / Foto: Henrique Andrade Camargo

A Mata Atlântica na Serra do Mar, em São Paulo. / Foto: Henrique Andrade Camargo

PrintFriendly and PDF