Franquias conscientes

 

 

Franquias conscientesOs melhores cases de sustentabilidade entre franquias brasileiras premiados pela Afras

 

A 7ª edição do Prêmio ABF-Afras Destaque Sustentabilidade, promovida pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) e pela Associação Franquia Sustentável (Afras), reconheceu as melhores iniciativas e práticas de sustentabilidade realizadas ao longo de 2012 no setor de franchising. “O prêmio é uma oportunidade de reconhecermos os esforços que são empreendidos no setor de franchising. As empresas reconhecidas conseguem diminuir o impacto ambiental de suas operações e ao mesmo tempo engajar pessoas, fidelizar consumidores e até reduzir custos”, ressalta Claudio Tieghi, presidente da Afras. Confira as diferentes ideias sustentáveis que disputaram o prêmio, muitas podem ser adaptadas ao seu negócio. Quer ver?

Pelo bem de todos

Habib’s – Programa Vida
O programa tem como objetivo incentivar e divulgar ideias ligadas a saúde e bem-estar, meio ambiente, ação social e educação. Entre suas principais ações estão campanhas de vacinação, produção de cardápios com materiais menos agressivos ao meio ambiente e reciclagem de óleo junto aos franqueados. Destaque para dois projetos direcionados aos empregados do Habib’s: a iniciativa Portas Abertas, que proporcionou aos filhos dos funcionários passarem o dia acompanhando o trabalho dos pais, e o Curso de Alfabetização para Colaboradores, desenvolvido por conta da baixa escolaridade de muitos deles. “Desejamos ser o melhor fast fast-food em desenvolvimento sustentável do Brasil”, diz Ana Paula César, diretora da Alsaraiva, holding que inclui Habib’s.

Caixa de um vai para outro

Cacau Show – Re-Pack
O Re-Pack, projeto do franqueado da Cacau Show de Florianópolis, visa a à reutilização das caixas de embarque da Cacau Show por meio de parcerias com lojas virtuais que utilizam as mesmas caixas para o envio de seus produtos, tirando do meio ambiente mais de 2,4 mil caixas de papelão por ano. “O Instituto Cacau Show, além de educar e auxiliar mais de 1,3 mil pessoas da comunidade de Itapevi, estimula nosso colaborador a ter um maior envolvimento nas causas sociais e ambientais. O projeto Re-Pack com certeza servirá como inspiração para outros franqueados da rede, tanto na replicação deste mesmo projeto e como na criação de novas ideias com foco em sustentabilidade”, diz Lucas da Silveira Cirilo, profissional da área de agronegócios e sustentabilidade da marca.

Esquente em casa

Rede Leve Pizza – Ecocaixa
Após alguns testes, a rede Leve Pizza – que atua no mercado de pizzas pré-assadas – desenvolveu uma caixa feita com material reciclável que pode ser levada ao forno e não pega fogo. Dessa forma, o sabor do alimento não é alterado pela queima da caixa. “Ao assar uma pizza em casa, as pessoas geralmente usam assadeiras de alumínio. Como consequência, elas desperdiçam água e detergente para lavar a louça, e esse líquido acaba caindo na rede de esgoto e, provavelmente, em alguma nascente. Esse produto acaba por reduzir o desperdício e o impacto ambiental”, explica Vitor Franco, relações públicas do grupo.

Conscientizando todo mundo

Casa do Construtor – Construindo umHorizonte Sustentável
Para orientar os profissionais que atuam na área da construção civil e diminuir a incidência de acidentes de trabalho, a Casa do Construtor realizou ações como a 4ª Jornada de Segurança, com palestras para 150 participantes, entre eles, clientes, franqueados e parceiros da rede. Pensando também na saúde financeira dos colaboradores, a empresa elaborou uma cartilha para controle de das finanças pessoais. A rede levantou seu consumo de energia elétrica e de combustível – (já que faz entregas e retiradas de equipamentos) – e depois fez a compensação do carbono emitido com o plantio de árvores. Por intermédio dos franqueados, envolveu escolas e prefeituras locais para trabalhar em parceria.

Não à desidratação

Purific – Projeto Aquarela
435 mil colheres-medida para a produção de soro caseiro distribuídas em todos os estados brasileiros, além de dez países da América Latina, República Dominicana, Timor Leste e Filipinas. Esse foi o projeto da franqueadora Purific, que se uniu à Pastoral da Criança pelo combate à mortalidade infantil, provocada pela desidratação. A nanotecnologia, já utilizada nos filtros Purific, foi aplicada às colheres-medida produzidas com o intuito de evitar a proliferação de fungos e bactérias nas colheres. Além disso, um material mais resistente foi usado na fabricação para aumentar a durabilidade. A rede de franqueados foi envolvida quando a marca decidiu destinar ao projeto R$ 1,00  para cada aparelho vendido no período entre 11/novembro de 2011 e 2/feverreiro de 2012. O grupo estima que foi beneficiado mais de 1,5 milhão de crianças.

Formando e empregando

Moldura Minuto  – MoldurAção
A carência de profissionais no ramo de molduraria fez surgir o MoldurAção, projeto de capacitação profissional (com certificação) para jovens e adultos, entre 17 e 29 anos. Por meio do projeto, foi possível contratar pelo menos 70% dos formandos na própria rede Moldura Minuto. Todos os quadros produzidos são doados para a ONG Projeto Arrastão, em São Paulo, e podem ser comercializados no bazar da própria ONG por pelo preço médio de R$ 20.

Economia emtodas as pontas

MegaMatte – Programa Vitae
A empresa apoia a construção e manutenção de EcoVilas (espaços onde são produzidos alimentos orgânicos, gerando saúde, renda e emprego às famílias das comunidades beneficiadas). A, além disso,e elaborar um projeto de redução de gastos com o consumo de energia e de água, a partir do uso de lâmpadas de LED, que diminuem em até 80% o consumo energético, e da utilização de ar-condicionado com gás ecológico. Além de incentivar a coleta seletiva em suas unidades, a MegaMatte participa da legalização e organização das de cooperativas, localizadas nas comunidades da Maré, Bonsucesso e Quitungo (Brás de Pina), de catadores que receberão os resíduos recicláveis da empresa.
* Matéria publicada originalmente na edição 30, julho/agosto da revista NOVAREJO

 

Print Friendly, PDF & Email