Folha artificial aproveita o sol e a água para gerar energia limpa

O conceito básico para este projeto foi desenvolvido em 2011, desde então ele tem passado por diversas melhorias. A folha artificial é feita essencialmente a partir de uma célula solar de silício, que possui diferentes materiais catalíticos ligados a ela. Por causa disso, a tecnologia é capaz de separar as moléculas de água em oxigênio e hidrogênio, para utilizá-las como combustível limpo.

O mais interessante deste sistema é que ele também é eficiente mesmo quando a água utilizada não é pura. O catalisador empregado nele separa e descarta as bactérias, para que somente a água, sem as impurezas, seja aproveitada.

Os três principais materiais usados na fabricação da folha artificial são baratos e abundantes: silício, cobalto e níquel. Isso transforma a tecnologia em uma opção barata e eficiente para a produção de energia limpa, principalmente para países em que as redes de energia e a água são de difícil acesso.

Para tornar a folha ainda mais eficiente, os pesquisadores querem aplicar também o sistema que converte o hidrogênio em combustível líquido, aplicado em geradores para carros e casas.

(CicloVivo)

A folha artificial é feita essencialmente a partir de uma célula solar de silício, que possui diferentes materiais catalíticos ligados a ela. | Foto: Divulgação

A folha artificial é feita essencialmente a partir de uma célula solar de silício, que possui diferentes materiais catalíticos ligados a ela. | Foto: Divulgação

PrintFriendly and PDF