FAO afirma que agricultura é fundamental para sobrevivência humana

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, afirmou que a agricultura é fundamental para a humanidade.

Segundo o vice-diretor-geral da FAO, Dan Gustafson, a adaptação do setor agrícola, não é somente uma opção, mas sim, imperativo para a sobrevivência humana.

Dieta

A FAO explica que 80% da dieta do ser humano é composta por plantas. Aproximadamente 30 tipos de colheitas correspondem a 95% das necessidades de alimentos das pessoas.

Os especialistas dizem que dessas 30 colheitas, cinco, arroz, trigo, milho, painço, que é uma derivado do milho, e o sorgo, tipo de cereal usado para fazer a farinha, fornecem 60% dos alimentos.

Desafios

Gustafson disse que um dos maiores desafios atuais é garantir a segurança alimentar tendo pela frente a mudança climática.

Para ele, conservar e proteger o patrimônio dos recursos genéticos representam uma parte essencial em qualquer estratégia de adaptação.

Reunião

A Comissão de Recursos Genéticos para Alimentação e Agricultura está debatendo o assunto, esta semana, em Roma, Itália.

A Comissão é o único grupo intergovernamental a lidar especificamente com todas as questões relativas ao material genético mundial nos setores de alimentação e agricultura.

Clima

Gustafson afirmou que a mudança climática deve reduzir a produção agrícola, a estabilidade e os ganhos em várias áreas.
Ao mesmo tempo, ele disse que a produção agrícola mundial terá de aumentar 60% até 2050 para cobrir a demanda provocada pelo crescimento da população.

O vice-diretor-geral da FAO declarou que os recursos genéticos vão ajudar os produtores a enfrentar os desafios de climas mais quentes e de outras ameaças contra suas plantações.

(Rádio ONU)

FAO afirma que agricultura é fundamental para sobrevivência humana

FAO afirma que agricultura é fundamental para sobrevivência humana

PrintFriendly and PDF