Dispositivo transforma oxigênio em purificador de água, ar e alimentos

Um engenheiro de São Paulo criou um dispositivo capaz de filtrar as impurezas do ar, da água, dos alimentos e até eliminar a contaminação do solo. O equipamento possui um mecanismo que transforma oxigênio em ozônio, propriedade sustentável que serve como alternativa para vários produtos de limpeza.

O equipamento foi desenvolvido em 2005 por Samy Menasce, da empresa Brasil Ozônio. De lá para cá, foram realizados estudos e investimentos para aperfeiçoar o gerador de ozônio, que já foi instalado em 2,5 mil estabelecimentos e residências, no Brasil, na Argentina e no Peru.

Para o inventor, o dispositivo é uma revolução para a limpeza sustentável. “A nossa matéria-prima é o ar, o nosso resíduo é o oxigênio e o nosso consumo de energia é equivalente a algumas lâmpadas. Dessa forma, a gente consegue resolver problemas antes quase sem solução”, contou Menasce ao G1.

O gerador desenvolvido pelo paulistano também vem sendo usado para amenizar problemas ambientais, principalmente na zona rural. Isso porque o ozônio é eficaz no combate à contaminação do solo e elimina odores de fertilizantes. Além disso, o gás é eficiente no tratamento de piscinas. “O ozônio é cem vezes mais potente que o cloro e age 3,2 mil vezes mais rápido, ou seja, além de ser mais potente, ele age muito mais rapidamente”, diz o engenheiro. Ao contrário do cloro, o ozônio ainda tem a vantagem de não causar irritações nas vias respiratórias dos usuários das piscinas.

O Aquário de São Paulo é um dos estabelecimentos mais famosos em que o dispositivo foi instalado. Lá, o gerador traz benefícios tanto para os animais, como para os funcionários e visitantes do local. “Ele melhora em todos os aspectos – seja visual, clínico, ou o funcionamento do sistema biológico do aquário. O que a gente monta dentro do aquário é como se fosse um microecossistema, em que o ozônio vem como uma ferramenta para esse microecossistema funcionar bem”, afirma Ricardo Cardoso, diretor técnico do Aquário de São Paulo.

Na sede da microempresa, no Butantã, todos os geradores são testados. Em um reservatório, a ação do gás pode ser comprovada rapidamente: ao longo do teste, um pacote de suco artificial foi despejado na água, e, em poucos segundos, o ozônio entra em contato com o pó e desintegra os componentes químicos, deixando a água totalmente limpa.

* Com informações do G1.

(CicloVivo)

Dispositivo transforma oxigênio em purificador de água, ar e alimentos

Dispositivo transforma oxigênio em purificador de água, ar e alimentos

PrintFriendly and PDF