Australiana costura seu próprio vestido de noiva com materiais reaproveitados

A australiana Stephanie Watson deu um exemplo de como é possível economizar dinheiro e ainda assim ter um vestido de noiva personalizado e sustentável. Ela é estilista e criou seu próprio vestido, feito inteiramente com clipes usados para fechar as embalagens de pão em seu país.

A ideia surgiu ainda na adolescência. De início era apenas uma brincadeira entre Watson e seu namorado Will Wapling. Eles diziam que se casariam quando juntassem grampos suficientes para fazer o vestido de noiva. Aos poucos a história se espalhou pela vizinhança e os amigos passaram a ajudar na empreitada.

Dez anos depois, o casal já tinha somado dez mil clipes e a estilista decidiu que a quantidade já era suficiente para tornar a brincadeira de adolescente na realização de um sonho. Mesmo com todo esse esforço, foi necessário contar com uma ajudinha extra e mais clipes, na véspera do casamento, para que o vestido fosse finalizado.

Foi a própria Wapling quem desenhou e costurou seu vestido. Em consequência disso e da matéria-prima utilizada, o modelo custou apenas 36 dólares australianos, o equivalente a R$ 72. Este deve ser um dos vestidos de noiva mais baratos já fabricados no mundo.

Em seu blog, a estilista mostra os detalhes de todo o processo de criação e costura do Nadine, nome dado ao vestido. O trabalho árduo levou 300 horas e serve como inspiração para quem deseja reduzir os impactos ambientais causados pela cerimônia de casamento. Com informações do TreeHugger.

(CicloVivo)

Stephanie Watson é estilista e criou seu próprio vestido, feito inteiramente com clipes usados para fechar as embalagens de pão em seu país. | Foto: Divulgação

Stephanie Watson é estilista e criou seu próprio vestido, feito inteiramente com clipes usados para fechar as embalagens de pão em seu país. | Foto: Divulgação

PrintFriendly and PDF