Um em cada 15 americanos contraiu HPV por contágio oral

Um novo estudo demonstrou que em torno de um em cada 15 norte-americanos está infectado com o vírus do HPV, que é transmitido sexualmente e pode causar câncer de garganta.

O HPV oral tem chamado cada vez mais a atenção dos especialistas em saúde pública por estar associado ao aumento do câncer de orofaringe, que afeta a parte de trás da língua e da garganta.

O HPV genital é bem mais comum e pode levar ao câncer cervical e anal, entre outros.

O novo relatório, publicado no “The Journal of the American Medical Association”, examinou cerca de 6.000 pessoas de todos os Estados Unidos e descobriu que 6,9% delas, entre adultos e adolescentes, têm algum tipo de HPV oral.

O vírus era cerca de três vezes mais comum nos homens que nas mulheres.

CEPA 16

Os cientistas identificaram diversos fatores que aumentam de forma significativa o risco de contrair o vírus: avanço da idade, maior atividade sexual e tabagismo.

A médica Maura L. Gillison, presidente de pesquisa sobre o câncer da Universidade do Estado de Ohio e autora sênior do artigo, disse que a estimativa é que somente 1% dos americanos –aproximadamente 2 milhões de pessoas– estejam infectados pelo HPV oral tipo 16, cepa associada ao câncer de garganta.

Todos os anos são diagnosticados pouco menos de 10 mil casos de câncer de garganta, o que indica que a maioria dos portadores vírus não desenvolve a doença.

Fonte: Folha.com

 

Print Friendly, PDF & Email