Setembro de 2012 se equipara a 2005 como o mais quente já registrado

A média das temperaturas na superfície e oceanos para setembro de 2012 se equiparou a 2005 como o setembro mais quente já registrado, com 0,67ºC a mais do que a média do século XX (15,0ºC), alertou a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA, em inglês) em seu relatório mensal.

Na superfície terrestre, a média da temperatura global para setembro foi a terceira mais quente já registrada, 1,02ºC acima da média do século passado. Para os oceanos, o aumento foi de 0,54°C, o segundo mais quente.

Considerando 2012 como um todo, até setembro, o ano foi o 8° mais quente desde que os registros começaram, em 1880. Os anos de 2005 e 2010 estão no topo da lista.

“Se o aquecimento continuar até o final do ano, 2012 ultrapassará 2011 como o La Niña mais quente desde que o Centro de Previsão Climática começou a monitorar as condições do El Niño em 1950”, comentou a NOAA.

Enfatizando algumas anomalias vistas em 2012, a NOAA coloca como exemplo a seca dos Estados Unidos. O país teve os primeiros nove meses do ano mais quentes já registrados.

A agência pondera que os dados apresentados ainda são preliminares, sendo que a classificação dos anos mais quentes e as anomalias podem ainda mudar, ao passo que informações mais completas são recebidas e processadas.

Porém, a NOAA explica que as temperaturas neste ano têm aumentado continuamente desde que o fenômeno La Niña perdeu intensidade em fevereiro. Atualmente estamos em uma fase neutra, caminhando para o El Niño.

Fonte: Carbono Brasil

Imagem: Temperaturas de setembro de 2012 em comparação com a média entre 1981-2010. NOAA.

Imagem: Temperaturas de setembro de 2012 em comparação com a média entre 1981-2010. NOAA.

Print Friendly, PDF & Email