Seca leva Chile a declarar estado de emergência no Norte

A seca afeta várias regiões do Chile e levou o governo do presidente Sebastián Piñera a declarar estado de alerta em dez cidades das áreas de Coquimbo e Valparaiso, no Norte do país. Há ainda estado de emergência em 108 municípios que sofrem com a falta de água, que atinge também as plantações. Para o senador Guido Girardi (Partido da Democracia), é fundamental nacionalizar a água no país. Ele apresentou proposta ao Senado.

O secretário-geral da Comissão Nacional de Irrigação do Chile, Philip Martin, disse que o governo se esforça para buscar alternativas aos problemas causados pela seca. O ministro da Agricultura, Luis Mayol, acrescentou que foram aumentados os recursos das comunidades para garantir a água do caminhão-tanque e feitas melhorias em sistemas de irrigação .

O ministro do Interior do Chile, Laurence Golborne, admitiu que a situação está complicada e que pode se agravar quando vier o verão. Segundo ele, o governo vai construir mais 11 reservatórios de água para ampliar em 50% a capacidade de armazenamento no país.

Guido Girardi defendeu a reforma urgente do Código de Águas. Segundo ele, o objetivo é garantir que o uso prioritário da água seja a alimentação humana e a agricultura. Para o senador, o Chile experimenta os efeitos do processo de mudanças climáticas. “Temos de trazer a água de volta. Água é um patrimônio nacional para uso público, um direito humano e não uma mercadoria”, disse.

“O Estado deve ter a autoridade para determinar as áreas onde não há água”. O deputado Enrique Accorsi (Partido da Democracia) reiterou os argumentos de Girardi, lembrando que as prioridades são o consumo humano, a agricultura e a manutenção de reservas, além das atividades industriais e de mineração. Com informações da emissora multiestatal de televisão, Telesur.

Fonte: Exame.com

FanPage AmbientalSustentávelCurta nossa página do facebook
Santiago do Chile: o governo vai construir mais 11 reservatórios de água para ampliar em 50% a capacidade de armazenamento no país

Santiago do Chile: o governo vai construir mais 11 reservatórios de água para ampliar em 50% a capacidade de armazenamento no país

Print Friendly, PDF & Email