Ricardo Voltolini defende liderança sustentável para responsabilidade social

“Nos negócios, o desafio é formar líderes capazes de contestar modelos e criar possibilidades de uma nova economia, com resultados justos e economicamente viáveis, gerando valor e bem-estar para toda a sociedade”. A opinião é do jornalista Ricardo Voltolini, autor do livro Conversas com Líderes Sustentáveis. Ele foi um dos palestrantes do Congresso Internacional de Responsabilidade Social Empresarial, realizado nos dias 15 e 16 de outubro, no Teatro do Sesi, em Porto Alegre.

Para Voltolini, a prática efetiva da sustentabilidade empresarial tem como característica a participação de um líder. “Os verdadeiros líderes acreditam e adotam valores de sustentabilidade, tais como ética, transparência, diversidade, credibilidade, senso de justiça, respeito ao outro e cuidado com o meio ambiente”, destacou Voltolini, que também atua como consultor do terceiro setor.

Outros atributos, explicou, são: incluir no planejamento estratégico dos negócios os valores de sustentabilidade e responsabilidade social, ter uma visão de oportunidade com o que a empresa pode ganhar investindo nessas práticas, educar os públicos de interesse no tema e comunicar bem para a sociedade. “Discurso e prática devem estar bem alinhados”, reforçou Voltolini.

Com o tema A Responsabilidade Social Empresarial Como Diferencial Competitivo de Mercado, o evento é promovido pelo Sistema Fiergs, por meio do Sesi-RS e Centro Internacional de Negócios (CIN-RS) no âmbito do Programa Al-Invest IV, em parceira com a Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais.

Ladislau Dowbor e Bernardo Toro

Na terça-feira (16), dois nomes respeitados no âmbito do desenvolvimento sustentável também participam do evento no Rio Grande do Sul: o economista Ladislau Dowbor, doutor em Ciências Econômicas pela Escola Central de Planejamento e Estatística de Varsóvia (Polônia), que vai abordar o tema Tecnologia Social, abrangendo a gestão empresarial sustentável; e o filósofo colombiano Bernardo Toro, com foco na temática Educação na Sociedade Sustentável.

Para Dowbor, as tecnologias sociais devem ser efetivas e replicáveis, propiciando o desenvolvimento social em escala e impacto na sustentabilidade.

Na concepção de Toro, a economia sustentável não combina com o critério de ganhar e perder. Conforme o educador, é importante a aprendizagem do cuidado no processo educativo – saber cuidar de si, do outro, do intelecto, do planeta e da espiritualidade. Ele defende o diálogo e a escuta como chaves para a criação desse novo mundo, assim como o respeito e o reconhecimento do outro.

Fonte: EcoD

Ricardo Voltolini defende liderança sustentável para responsabilidade social

Ricardo Voltolini defende liderança sustentável para responsabilidade social

Print Friendly, PDF & Email