Qualidade do ar da Grande São Paulo é a pior em oito anos

Dados da Cetesb (agência ambiental paulista) apontam que o índice de poluição do ar registrado na Grande São Paulo em 2011 é o pior dos últimos oito anos.

A informação é da reportagem de Eduardo Geraque publicada na região desta segunda-feira. A reportagem completo está disponível para assinantes do jornal e do UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

De acordo com o texto, o ar ficou inadequado durante 97 dias em pelo menos um ponto da região metropolitana, no ano passado, considerando todos os poluentes. Em 2003, isso ocorreu em 94 dias.

O ozônio é o grande vilão que emporcalha o ar. Só em 2011, o poluente passou do limite em 96 dias, contra 77 em 2003. Mas a culpa também é da imensa frota de veículos, que, só na capital, é de 7,18 milhões.

Fonte: Folha.com

Grande São Paulo

Print Friendly, PDF & Email