Programa UN REDD estende consulta pública

O Programa das Nações Unidas sobre Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal (UN-REDD Programme) resolveu ampliar o período para comentários sobre os novos ‘Critérios e Princípios Sociais e Ambientais’.

As diretrizes (disponíveis em inglês, francês e espanhol) estão sendo desenvolvidas para ajudar os países na formulação dos programas e iniciativas nacionais de REDD+ e são elementares para a demanda de financiamento sob o Programa UN REDD.

O período de consulta pública, que finalizaria em 31 de dezembro, foi estendido para 20 de janeiro. As consultas incluem sessões informativas e discussões durante as reuniões internacionais sobre REDD+, além de conversas com os países piloto, que fazem parte do programa.

O REDD + tem o potencial de resultar em benefícios muito além do carbono, porém, alcançá-los depende do planejamento e implantação cautelosos que lidem efetivamente com questões como monitoramento, governança transparente, participação, abrangência de todos stakeholders e respeito aos direitos dos povos nativos.

Por isso, o Programa UN REDD trabalha com países e outros parceiros no desenvolvimento de ferramentas e diretrizes para aprimorar os múltiplos benefícios do REDD + e reduzir os riscos.

O Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM)  é o representante das organizações da sociedade civil da América Latina e Caribe no Conselho Normativo do Programa.

Fonte: Instituto Carbono Brasil

Programa UN REDD estende consulta pública
Programa UN REDD estende consulta pública
Print Friendly, PDF & Email