Programa de revitalização das bacias do São Francisco e Parnaíba benefecia novas cidades com esgotamento sanitário

O Programa de Revitalização das Bacias Hidrográficas do São Francisco e do Parnaíba concluiu a implantação de sistemas de esgotamento sanitário (SES) em mais quatro cidades do Baixo São Francisco, nos estados de Alagoas e Sergipe. Os empreendimentos envolveram recursos da ordem de R$ 38 milhões, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. As obras, que estão a cargo da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf). Após a conclusão, a Codevasf repassa o sistema para as prefeituras municipais colocarem em operação.

Em Alagoas, as obras foram finalizadas nos municípios de Santana do Ipanema, Batalha e Igreja Nova, que irão atender mais de 44 mil moradores. Na execução desses trabalhos, a Codevasf investiu quase R$ 29 milhões. Os sistemas de esgotamento sanitário em Batalha e Santana do Ipanema já foram repassados às prefeituras municipais, que concedeu à Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) o direito de operar os sistemas em cada município.

Já o SES de Igreja Nova está em processo de repasse à prefeitura municipal e também será operado pela Casal. Para iniciar a operação, o governo de Alagoas firmou termos de compromisso com a Codevasf, no qual o governo federal irá repassar recursos para que a Casal realize as ligações intradomiciliares para exploração dos sistemas. Essa medida atenderá famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais, do governo federal (CadÚnico).

No Baixo São Francisco Sergipano, a Codevasf concluiu a primeira obra de implantação de sistema de esgotamento sanitário no estado. O município beneficiado é Canindé do São Francisco (foto). Na obra, foram investidos R$ 9,7 milhões. Quando estiver em pleno funcionamento, serão atendidas 13 mil pessoas, sendo que o SES tem a capacidade para atender a mais de 30 mil habitantes em final de plano, numa projeção de 20 anos. A obra encontra-se em processo de repasse para a prefeitura municipal.

A previsão da Superintendência Regional (SR) da Codevasf em Sergipe é de que, em pouco tempo, outros municípios no estado sejam também atendidos com sistema de esgotamento sanitário. O processo para iniciar os trabalhos está em andamento. Até o final do ano será relicitada a obra de implantação do SES em Ilha das Flores. Para outros três municípios – Itabi, Pacatuba e São Francisco – a expectativa é de que a licitação aconteça em janeiro de 2013. No decorrer do próximo ano, a Codevasf está programando licitar as obras para atender aos municípios de Japoatã, Malhada dos Bois, Cedro de São João, Brejo Grande, Gararu, Amparo de São Francisco, Telha, Canhoba e Aquidabã.

Investimento social

Esgotamento sanitário é uma das ações prioritárias da Codevasf. Até 2014, a empresa terá investido R$ 2,2 bilhões nessa ação. Para este ano, a previsão de investimentos é da ordem de R$ 274 milhões. Mais de 200 municípios estão sendo beneficiados com as ações em Alagoas, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Sergipe. As informações são da asessoria de comunicação da Codevasf.

Fonte: Blog do Carlos Britto

Programa de revitalização das bacias do São Francisco e Parnaíba benefecia novas cidades com esgotamento sanitário

Programa de revitalização das bacias do São Francisco e Parnaíba benefecia novas cidades com esgotamento sanitário

Print Friendly, PDF & Email