Poeira causada pelas obras na BR-364 prejudica comércio em Porto Velho

Os comerciantes às margens da BR-364 em Porto Velho, na região do Trevo do Roque e do viaduto da Avenida Jatuarana, reclamam da queda nas vendas devido à poeira resultada das obras no entorno da rodovia .

O prejuízo para os empresários não compreende apenas na sujeira que os resíduos das obras deixam. Afeta, também, a saúde dos funcionários e o faturamento da empresa, já que muitos clientes estão deixando de ir ao local para evitar transtornos.

Gerentes das lojas contam que entendem o transtorno causado pelas obras, mas se queixam pela falta de comprometimento dos órgãos responsáveis pelo andamento das obras. “Tivemos perda de 40% do nosso faturamento de serviços pela a falta de acessibilidade. O problema do trânsito está tão caótico que prejudica o acesso dos clientes até a empresa”, reclama Yedda Gomes

De acordo com o engenheiro Valmir Queiroz, da Secretaria Municipal de Projetos e Obras Especiais (Sempre), as operações na região do Trevo do Roque, na Rua Três e Meio e no viaduto da Avenida Jatuarana serão entregues até o fim do ano, assim como as obras de extensão da pista que compreende o trecho da Faculdade de Rondônia (Faro), na Avenida Jatuarana.
Fonte: G1
Poeira toma  conta da região onde acontecem obras em viaduto e trevo, na BR-364 (Foto: Larissa Matarésio/G1)

Poeira toma conta da região onde acontecem obras em viaduto e trevo, na BR-364 (Foto: Larissa Matarésio/G1)

Print Friendly, PDF & Email
Tags: ,