Investimento de Jirau em Rondônia é atualizado e chega aos R$ 15,1 bilhões

A Energia Sustentável do Brasil atualizou os investimentos na hidrelétrica de Jirau (RO-3.750 MW), que passará a ser de R$ 15,1 bilhões, ante os R$ 12,5 bilhões anunciados anteriormente. De acordo com Elio Wolf, gerente de Relações com o Mercado da International Power GDF Suez Energy Latin America, o aumento se deve a expansão da usina, com a entrada de unidades adicionais, que requerem cerca de R$ 1 bilhão em investimentos. O saldo de R$ 1,6 bilhão é relativo à mudanças de escopo e adequações de prazo, ainda segundo o executivo.

Ele lembrou ainda que 73% da energia da usina já foi comercializada no mercado regulado e que o consórcio está estudando a melhor forma de contratar a energia restante, que pode ser no mercado livre ou nos próximos leilões. “Isso está em discussão pelos acionistas da SPE. A venda pode se dar no mercado livre ou também acontecer via leilões”, destacou Wolf.

Após a entrada em operação da usina, que está prevista para o último trimestre de 2012, a participação de 50,1% da GDF Suez no empreendimento será repassada à Tractebel Energia. “Isso deve ocorrer no fim desse ano ou no início de 2013”, avaliou Eduardo Sattamini, diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Tractebel. De acordo com o executivo, a data exata da transferência vai depender do início da operação e da finalização da negociação feita pelo Comitê de Partes Relacionadas com a GDF Suez.

“A usina de Jirau está dentro do cronograma e a previsão para entrada em operação é no último trimestre de 2012”, disse o executivo, durante apresentação de resultados da companhia, que aconteceu nesta quarta-feira, 8 de fevereiro, no Rio de Janeiro. Já a linha de transmissão, que escoará a energia de Porto Velho para Araraquara deverá estar concluída entre outubro e novembro de 2012. “Pelo que o consórcio responsável pela linha de transmissão vem nos mostrando, a linha estará concluída antes da entrada em operação comercial de Jirau”, afirmou.

Fonte: Ariquemes Online

Carolina Medeiros, da Agência CanalEnergia, Investimentos e Finanças

 

Print Friendly, PDF & Email