Game oferece conhecimento sobre desenvolvimento sustentável

Um jogo on-line onde os participantes, além de se divertir, podem adquirir conhecimentos sobre desenvolvimento sustentável e escolher o futuro ambiental da cidade do Rio de Janeiro. Essa é a proposta do game lançado nesta sexta-feira pelo PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) em parceria com pesquisadores brasileiros e uma empresa com sede no Canadá.

Até o dia 21 de junho, véspera da finalização do documento final da Rio +20 (conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável), jogadores de todo o mundo poderão propor e decidir ações ambientais sustentáveis para o Rio. Dois cenários finais serão possíveis: uma cidade harmoniosa ambientalmente ou mergulada na destruição causada pelas mudanças climáticas, ocupação desordenada e poluição.

No endereço da internet www.forwardplus50.com, os participantes poderão escolher entre a construção de uma usina nuclear na cidade-sede da Rio +20, a coleta e reciclagem dos resíduos domésticos, geração de energia por fontes limpas, conservação da flora e fauna marinha e terrestre, exploração incorreta de petróleo e gás, e atividades industriais com alta emissão de CO2.

Cada uma das opções terá um indicador ecológico sobre o impacto causado. Na brincadeira, os participantes poderão aprovar por voto a construção da usina, responder questões ambientais e escolher medidas corretas para evitar eventos catastróficos. Com isso, um dos principais conceitos oferecidos é sobre medidas de planejamento a longo prazo e de combate à desiguldade social.

No pior cenário para o Rio, os morros e florestas estarão devastados e ocupados irregularmente, o oceano –degradado– terá invadido a área urbana e o ar ficará quase irrespirável. “Com o jogo, as pessoas podem conhecer as ações para o desenvolvimento sustentável e escolher qual o futuro, daqui a 50 anos, para o Rio de Janeiro”, disse uma das responsáveis pelo game, Denisse Rondon.

Segundo Denisse, todos os conceitos usados no jogo foram baseados em pesquisas ambientais e nos conceitos da Agenda 21 e do PNUMA para o Brasil. Ela disse que para a próxima apresentação do jogo, durante os jogos panamericanos de Toronto (Canadá), em 2015, serão usados as pesquisas e ações ambientais para o país da América do Norte por causa da sua realidade ambiental.

Em uma das cenas positivas do game, o Rio consegue extrair energia das ondas do oceano, manter suas praias limpas e florestas preservadas. No outro oposto, o centro da cidade aparece destruído, com prédios caídos ou em chamas. “O maior desafio de montar o jogo foi definir as mudanças climáticas e as consequências dela para o Rio de Janeiro”, disse a consultora do game.

Além da internet, dois pontos de demonstração do game foram montados na cidade para jogar durante a Rio +20: o CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), no centro, e no Riocentro, onde acontecem as negociações entre os governos participantes da conferência. A expectativa dos organizadores é de que 20 mil pessoas possam acessar o jogo on-line todos os dias até o dia 21.

Fonte: Folha.com

Game oferece conhecimento sobre desenvolvimento sustentável

Game oferece conhecimento sobre desenvolvimento sustentável

Print Friendly, PDF & Email