Filho de Tom Jobim fala sobre a influência do pai em sua relação com meio ambiente

Paulo Jobim integra a Associação de Cultura e Meio Ambiente. | Foto: Reprodução

O músico e compositor Paulo Jobim tem um grande respeito pela natureza. Integrante da Associação de Cultura e Meio Ambiente, ele fala sobre a grande influência de seu pai nas questões relacionadas ao meio ambiente.

Como os próprios versos já indicam, a letra da música “Águas de Março” foi composta por Tom Jobim depois de um dia exaustivo. Ele escreveu-a em 1972 rodeado pela natureza de seu sítio em São José do Vale do Rio Preto, no Rio de Janeiro.

É com essa famosa composição que seu filho Paulo Jobim inicia a gravação do vídeo para a divulgação do GreenFest, o festival que promove debates, apresentações musicais, esportes e workshops para incentivar práticas sustentáveis. Também músico e cantor, ele atribui ao pai o gosto e o respeito que adquiriu pela natureza.

“Meu pai sempre foi muito ligado em mato, praia, pescaria, bicho, passarinho. Ele gostava muito de tudo isso. Nisso você já cresce no meio e aprende a gostar, a prestar mais atenção na natureza”, afirma o filho de um dos criadores do movimento Bossa Nova.

Para ele, a influência de Tom não foi restrita ao ambiente familiar. Pelo contrário, Paulo afirma que seu pai foi “o primeiro a falar da natureza, especialmente do Brasil, de forma espontânea”. Assim também como ele hoje acredita que os hábitos devem ser mudados e os governos devem fazer parte dessa mudança para que, como diz ele, o mundo e as pessoas “não acabem”.

Certa vez, Tom Jobim declarou “Toda a minha obra é inspirada na Mata Atlântica”. Não é à toa que ele inicia “Águas de Março” ressaltando que “é o fim do caminho” e “é um pouco sozinho”, mas como bom entusiasta da natureza ele termina a canção com o otimismo de quem inicia um novo ciclo, após o término do verão.

Paulo Jobim integra a Associação de Cultura e Meio Ambiente, que em parceria com o Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro inaugurou, em 2003, o Espaço Tom Jobim Cultura e Meio Ambiente.

O espaço concentra um Galpão das Artes, Teatro e a Casa do Acervo. No local, em que Tom Jobim usou muitas vezes para compor suas músicas e onde seu filho foi criado, hoje são realizados eventos que promovem movimentos artísticos, a defesa, preservação do meio ambiente e a promoção do desenvolvimento sustentável.

No vídeo abaixo, ele relata um episódio em que falava sobre a associação e meio ambiente em uma conversa com índios. Foi quando percebeu que eles não entendiam o termo “meio ambiente”, mas também não precisavam entender, afinal, mais do que todos, os índios estão em contato direto com a natureza.

O festival acontece entre os dias 9 e 11 de novembro, no BioParque de Curitiba, uma área com 52 mil m2 de mata preservada. Para mais informações curta a página do Green Fest Brasil no Facebook ou acesse o site www.greenfest.com.br.

Fonte: CicloVivo

Filho de Tom Jobim fala sobre a influência do pai em sua relação com meio ambiente

Filho de Tom Jobim fala sobre a influência do pai em sua relação com meio ambiente

Print Friendly, PDF & Email