Fechamento da ciclovia do rio Pinheiros causa revolta em ciclistas

fechamento da linha 9-esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) por nove domingos também vai fechar a ciclovia do rio Pinheiros, paralela à linha. Mas, além dos domingos, a via para bicicletas ficará fechada às segundas-feiras.

De acordo com a empresa, o fechamento será necessário por segurança. Carros, caminhões e equipamentos usarão a ciclovia nos domingos para o trabalho de modernização da linha férrea. Nas segundas, haverá limpeza e manutenção.

O anúncio do fechamento causou revolta entre ciclistas nesta quinta-feira. Pelo Twitter, entusiastas da bicicleta reclamaram da medida.

“Aí o ciclista pega a marginal porque a ciclovia está fechada e ele que é imprudente”, afirmou Ricardo Yasuda (@shadowmaru ).

“Definitivamente a ‘ciclovia’ da marginal é um parque ciclístico. Controle de acesso, horário de funcionamento e agora, fecha para obras”, escreveu João Lacerda (@Lacerdices ).

É frequente entre cicloativistas a crítica de que a ciclovia do Pinheiros, por ter poucos acessos e horário de funcionamento, não pode ser usada por quem tem a bicicleta como meio de transporte, além do lazer.

Aline Cavalcante (@pedaline ) também criticou o fechamento aos domingos. “Ainda mais porque o fechamento vai ser num dos dias da semana que mais tem gente pedalando por lá”, opinou

Pelo seu Twitter (@CPTM_oficial ), a CPTM respondeu aos ciclistas “lamentando o transtorno”.

“Nos dias úteis, a linha 9 transporta 500 mil usuários, e, aos domingos 100 mil, enquanto a média de ciclistas aos domingos é de 2.000”, afirmou a empresa.

Fonte: Folha

Print Friendly, PDF & Email