Extração ilegal de madeira no Corta-Corda no Globo Rural

Reportagem com os desdobramentos da denúncia feita pelo Greenpeace no dia 31 de março sobre extração ilegal dentro do Projeto de Assentamento Corta-Corda do Incra, localizado a 140 quilômetros de Santarém, no Pará, foi veiculada hoje pelo Globo Rural.

Os moradores do local já haviam denunciado que madeireiras atuavam ali sem o seu consentimento. Quando o Rainboiw Warrior chegou à cidade paraense, por três noites seguidas o tráfego noturno de caminhões foi monitorado pela organização.

Como consequência desta atividade, duas semanas depois, houve a exoneração de Francisco Carneiro, da Superintendência do Incra em Santarém. Um relatório com fotos e mapas da área documentada, pedindo a investigação do caso, foi encaminhado ao INCRA, IBAMA, MPF e MPE.

Fonte: Greenpeace

Ativistas do Greenpeace denunciaram a extração de ilegal de madeira em assentamento do Incra, a 140 quilômetros de Santarém (©Greenpeace/Karla Gachet)

Ativistas do Greenpeace denunciaram a extração de ilegal de madeira em assentamento do Incra, a 140 quilômetros de Santarém (©Greenpeace/Karla Gachet)

Print Friendly, PDF & Email
Tags: