Decretado estado de catástrofe natural na zona do naufrágio do Costa Concordia

O Conselho de Ministros italiano decidiu hoje (20) decretar o estado de catástrofe natural na zona afetada pelo naufrágio do navio Costa Concórdia, no dia 13, na costa da Toscana, na Itália.

A decisão foi confirmada pelo ministro das Relações com o Parlamento, Piero Giarda, à saída do Conselho de Ministros.

A medida “implica que todas as operações ligadas ao acidente são de interesse nacional e requerem a participação das instituições nacionais, do governo e da região”, explicou o ministro do Ambiente, Corrado Clini.

“O nível de recursos necessários será definido a partir do plano que iremos adotar”, disse Clini.

O naufrágio do Costa Concordia, que tinha a bordo mais de 4.000 pessoas quando se chocou em rochas junto à ilha de Gigli, na região da Toscana, fez pelo menos 11 mortos. Cerca de duas dezenas de pessoas continuam desaparecidas.

As autoridades italianas temem um desastre ecológico caso comecem a sair para o mar as 2.380 toneladas de combustível, que ainda permanecem nos reservatórios do navio, que se encontra parcialmente submerso e virado.

Fonte: Agência Brasil

Print Friendly, PDF & Email